Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Taxa de pobreza cai para 19,8% em 2020 – mas ainda atinge mais de dois milhões de portugueses

INE
INE
Autor: Redação

Em 2020, ano marcado pelo surgimento da pandemia da Covid-19, o número de cidadãos que viviam com rendimentos (relativos a 2019) abaixo do limiar de pobreza atingiu 19,8%, o valor mais baixo dos últimos anos: em 2019 e 2018, por exemplo, a taxa de pobreza ou exclusão social em Portugal foi de 21,6%. Em causa está dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta sexta-feira (19 de fevereiro de 2021). 

“Em 2020 (rendimentos de 2019), 2.037 milhares de pessoas encontravam-se em risco de pobreza ou exclusão social (pessoas em risco de pobreza ou vivendo em agregados com intensidade laboral per capita muito reduzida ou em situação de privação material severa). Consequentemente, a taxa de pobreza ou exclusão social foi de 19,8%, menos 1,8% que no ano anterior”, conclui o INE.

De acordo com o instituto, em 2019, a taxa de risco de pobreza correspondia à proporção de habitantes com rendimentos monetários líquidos (por adulto equivalente) inferiores a 6.480 euros anuais, o equivalente a 540 euros por mês.