Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Finanças procuram armazém para arrendar em Lisboa

Imóvel deverá ficar no máximo a 35 km do centro da capital. A Autoridade Tributária e Aduaneira está já a aceitar propostas.

Autor: Redação

A Autoridade Tributária e Aduaneira pretende instalar um novo armazém central na zona de Lisboa e está, para isso, à procura de um espaço para arrendar. Entre as condições do anúncio publicado no Portal das Finanças está definido que estas instalações devem ficar, no máximo, a 35 km por estrada desde o centro da capital e contarem com uma área coberta, mínima, de 3.500 metros quadrados (m2).

O imóvel que as Finanças pretendem arrendar para o seu novo armazém central terá ainda de ter um cais de carga para descarga de veículos pesados e acessibilidade para empilhadoras. Além do fácil acesso à via pública, o armazém deverá permitir também a circulação de empilhadoras no interior.

Por outro lado, tal como é dito no anúncio, quer que exista espaço com uma área de, pelo menos, 150 m2 para destinar a escritórios, bem como estacionamento, tanto para carga e descarga de um camião, como para ligeiros. 

A Autoridade Tributária e Aduaneira está já a aceitar propostas com descrição dos imóveis candidatos ao arrendamento e com indicação do valor de renda mensal proposto.