Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fatura da sorte: em vez de carros, a partir de hoje podem tocar-te 40 mil euros em certificados

Autor: Redação

Em vez de automóveis, as Finanças passam, a partir de hoje, a sortear títulos de dívida pública no valor equivalente a 40 mil euros, no âmbito da chamada fatura da sorteCom concursos semanais e outro que se realiza semestralmente, em junho e dezembro, este sorteio foi criado pelo anterior governo de Pedro Passos Coelho para incentivar os contribuintes a pedirem fatura, sendo desde 2014 o prémio atribuído um automóvel.

A alteração do prémio para certificados destinados à poupança, emitidos pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública foi aprovada em Conselho de Ministros, tendo o Governo justificado que o prémio até agora utilizado - um veículo automóvel - que não era o mais adequado.

"Tem ainda a virtualidade de estimular o aforro das famílias e promover os produtos de poupança do Estado, mantendo-se o objetivo de promover a cidadania fiscal dos contribuintes no combate à economia informal e na prevenção da evasão fiscal", adiantou o executivo em comunicado, citado pela Lusa.

Em 2015 foram sorteados 52 automóveis de gama alta e no final do ano foram ainda sorteados três automóveis Audi A6 no sorteio extraordinário, de 30 de dezembro.