Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Reembolso do IRS 2020: Como consultar o estado do pagamento passo a passo

As Finanças estão a dar reembolsos do IRS mais tarde este ano, por causa da pandemia, mas o Governo garante que o ritmo de pagamentos já foi normalizado.

Photo by Marcel Strauß on Unsplash
Photo by Marcel Strauß on Unsplash
Autor: Redação

Até ao próximo dia 30 de junho de 2020 os contribuintes têm de entregar a declaração de IRS ao Fisco. Há quem já tenha submetido e recebido o reembolso, mas também há quem ainda continue à espera. Este ano houve mais atrasos, por causa da Covid-19, mas o Governo garante que o ritmo de pagamentos já está normalizado. Se ainda estiveres a aguardar o montante, sabe que é possível consultar o estado do reembolso através do Portal das Finanças. Mostramos-te como, passo a passo.

Para consultar o estado do reembolso do IRS deves, antes de mais, aceder ao Portal das Finanças e clicar na área do IRS, e depois seguir estes passos;

1. Colocar o Número de Identificação Fiscal (NIF) e a senha de acesso ao Portal das Finanças;

2. Na página pessoal do IRS, no menu lateral, no lado esquerdo do ecrã, clicar em 'Consultar Declaração';

3. Escolher o ano a que se referem os rendimentos – 2019, neste caso – e clicar em ´Pesquisar’;

4. Verificar o estado de situação da declaração, que passa por diferentes fases:

  • Declaração certa (significa que foi validada)
  • Liquidação Processada (significa que já se sabe o valor do reembolso)
  • Reembolso Emitido (significa que o Fisco já processou a transferência)
  • Pagamento Confirmado

Governo espera fazer pagamentos até final de junho

Apesar dos atrasos nos reembolsos, o Executivo de António Costa prevê efetuar todos os pagamentos até ao final de junho, mês em que termina o prazo legal para os contribuintes entregarem a declaração de rendimentos. “A nossa expectativa é que, durante o mês de junho, os reembolsos de IRS serão integralmente pagos", disse o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, sem querer comprometer-se com uma data concreta.

Em 2019, os reembolsos começaram a ser processados em menos de 10 dias depois do arranque da campanha, mas este ano, devido à pandemia, o Governo já tinha vindo dizer que não se comprometia com reembolsos rápidos. Este ano, a Autoridade Tributária (AT) começou a processar os primeiros reembolsos 21 dias depois de ter arrancado o prazo da entrega da declaração a 1 de abril de 2020.   

Próximas datas importantes

  • Até 31 de julho: termina o prazo para receber o reembolso, desde que a declaração tenha sido entregue dentro dos prazos previstos;
  • Até 31 de agosto: pagamento do IRS devido pelos contribuintes ao Estado, sob pena de multa.