Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fundo que está a criar gigante imobiliário em Espanha entra agora em Portugal

Autor: Redação

A sociedade de investimentos americana Värde Partners - dono do gigante da promoção residencial em Espanha que está a nascer pela integração da Vía Célere e Aelca - orientou agora as agulhas para Portugal. E marca a entrada no imobiliário nacional através da compra da gestora portuguesa de fundos imobiliários Imopólis e do fundo imobiliário ImoDesenvolvimento. O valor dos ativos deste portfólio ascende a 186,6 milhões de euros.

"A Värde é um investidor ativo no mercado imobiliário do sul da Europa e este investimento estratégico em Portugal vai ao encontro da nossa abordagem local, específica para cada país", declara Francisco Milone, sócio e diretor imobiliário para a Europa na Värde Partners.

"A carteira imobiliária adquirida inclui parques de negócios, escritórios e prédios urbanos destinados ao comércio na grande Lisboa e tem um valor patrimonial bruto de 186,6 milhões de euros", informa a Värde Partners, em comunicado, detalhando que a operação de compra da Imopólis - Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário e a FIIF ImoDesenvolvimento, um fundo de investimento imobiliário comercial fechado foi realizada através dos fundos que gere.

Entre os ativos da Imopólis está o edifício Adamastor no Parque das Nações, em Lisboa, as Galerias Alto da Barra, em Oeiras, o Parque Holanda, em Carnaxide, o Parque Suécia, também em Carnaxide, o complexo de armazéns de Pousos, junto a Leiria, e os Terraços de Bragança, da autoria do arquitecto Siza Vieira, na Rua do Alecrim, em Lisboa.

O que motiva a aposta destes americanos no imobiliário português

Presente em Portugal no setor financeiro, através do banco online Wizink, a Värde, decidiu agora reforçar o investimento em Portugal e "cimentar a sua posição no mercado imobiliário local".

A subida do preço das rendas associado a uma baixa percentagem de imóveis ocupados e a uma escassez da oferta, especialmente para espaços de escritório de qualidade, "levou a um desequilíbrio entre a oferta e a procura no mercado de escritórios em Lisboa e contribuiu para um ambiente favorável ao investimento", explica a sociedade de investimento.

E dá já sinais de que está em Portugal para crescer no imobiliário. "Este é o início de um capítulo emocionante para a Imopólis. A Värde será um parceiro fenomenal, fornecendo recursos de capital e técnicas para melhorar e expandir a nossa carteira em Lisboa e nos arredores", segundo Ricardo Valente, CEO da Imopólis, citado no comunicado.

A Värde Partners, com três décadas de existência, é uma sociedade de investimentos alternativos global de 14 mil milhões de dólares, que recentemente indicou que irá adquirir os 49% que não detém no Wizink, banco especializado em soluções de crédito presente em Portugal e Espanha.

Empregando mais de 300 pessoas no mercado global, a empresa tem escritórios em Minneapolis (EUA), Londres e Singapura.