Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

AEW entra em Portugal com a compra de 8 ativos de retalho em Lisboa e Porto

NiT
NiT
Autor: Redação

Há mais um investidor estrangeiro de relevo em Portugal. Após a entrada no Reino Unido e Holanda, a AEW decidiu apostar no mercado luso, por via da aquisição de oito ativos de retalho, em Lisboa e Porto, em nome do Europe City Retail Fund, sem revelar o valor da operação ou a identidade dos vendedores.

O portfólio transacionado soma 5.300 metros quadrados (m2), incluindo quatro imóveis na Avenida da Liberdade e na rua Augusta, em Lisboa - arrendados a insígnias como a Armani Exchange, Bash ou Pinko - e outros quatro ativos no Porto, na rua de Santa Catarina, também 100% ocupados, neste caso por marcas como a Adidas ou a Rituals.

"A AEW realiza assim os seus primeiros investimentos em Portugal, o que marca uma grande etapa da sua estratégia de investimento na Europa. Portugal tem uma economia em crescimento, que já ultrapassa a média europeia em 2018, contando com bons indicadores de confiança do consumidor e um mercado de ocupação positivo", declara Nikos Koulouras, Co-Head of Investments dos fundos de Private Equity da AEW na Europa, citado em comunciado.

Christina Ofschonka, Fund Manager para o retalho europeu da AEW na Europa, acrescenta: “A compra destes ativos melhora ainda mais o perfil de rendimento do Fundo e ajuda a uma rápida mobilização de capital para uma gama de destinos prime de retalho em toda a Europa".

Nesta transação, que permite aumentar a carteira do fundo para um total de 23 ativos distribuídos por 13 cidades, a AEW foi assessorada pela RRP, Arcadis e RPE / Cushman & Wakefield, enquanto os dois vendeores contaram com o apoio da VdA, Cushman & Wakefield / JLL e CBRE.