Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Antiga fábrica Confiança vai ser transformada numa residência universitária com 300 quartos

A autarquia de Braga preparou um novo caderno de encargos para salvaguardar o que ali pode ser construído.

Créditos: Câmara Municipal de Braga
Créditos: Câmara Municipal de Braga
Autor: Redação

A antiga fábrica de sabonetes Confiança vai ser transformada numa residência universitária com 300 quartos. A Câmara de Braga vai colocar o imóvel em hasta pública em fevereiro, com um valor base de 3,6 milhões de euros, mas decidiu preparar um novo caderno de encargos para salvaguardar o que ali pode ser construído.

“Apesar de ter toda a legitimidade para avançar com a alienação da Confiança, reconhecida pelos tribunais na sequência das providências cautelares interpostas, o Município decidiu suspender essa venda até que não restassem dúvidas para eventuais investidores sobre o que podia ser ali feito, mesmo com o caderno de encargos existente”, explicou o presidente da autarqua, Ricardo Rio, em conferência de imprensa realizada esta quarta-feira, 8 de janeiro.

O município decidiu preparar um novo caderno de encargos para o processo de alienação do imóvel que, além de salvaguardar a volumetria da antiga fábrica, prevê a construção, nos terrenos adjacentes, de um novo edifício destinado “exclusivamente a residência universitária”, lê-se no comunicado da autarquia.

O novo caderno de encargos será discutido na próxima reunião do Executivo municipal e, após validação do mesmo pelos órgãos autárquicos, será agendada para meados de fevereiro a hasta pública do imóvel, com um valor base de 3,6 milhões de euros.

A autarquia adianta ainda que será criado um um centro interpretativo/museu da memória da Confiança e serviços de apoio à residência universitária. O objetivo, diz Ricardo Rio, é “repor a integridade do antigo edifício, salvaguardando-se a memória e o espaço da Via Romana XVII, e retomar a rua do Pulo que havia sido interrompida no passado com a ampliação das instalações fabris”.