Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Allianz investe 290 milhões na maior plataforma de imóveis para arrendar do Reino Unido

Um fundo de pensões local investiu mais de 160 milhões adicionais para sustentar os planos da plataforma em plena pandemia.

getliving.com
getliving.com
Autor: Redação

O mercado de imóveis para arrendar continua a gerar interesse entre investidores com perfil conservador, mesmo em plena pandemia do novo coronavírus. Prova disso é o duplo apoio que a Get Living, maior plataforma de arrendamento residencial do Reino Unido, tem recebido graças à entrada da seguradora Allianz e de um fundo de pensões local na capital do seu proprietário: o Delancey Oxford Residential fund (Door). Ambos os investimentos totalizam 410 milhões de libras, o que se traduz em cerca de 455 milhões de euros ao câmbio atual.

Por um lado, a divisão imobiliária da seguradora alemã adquiriu 21,5% das ações do fundo Door, que, por sua vez, controla 39% da plataforma Get Living (o restante está nas mãos de a gestora de ativos holandesa APG e o Qatari Diar), numa operação que ronda os 260 milhões de libras (cerca de 288 milhões de euros).

Por outro lado, vários meios de comunicação britânicos, nomeadamente The Times e Housing Today, afirmam que os restantes 150 milhões de libras (cerca de 266 milhões de euros) vêm da Local Pensions Partnership, gestora do plano de pensões do governo local.

Como explica a Allianz, o capital será usado para melhorar o portfólio atual da Get Living, bem como para fazer futuras aquisições. A meta da plataforma é atingir entre 12.000 e 14.000 apartamentos, face aos atuais 2.900 (a grande maioria em Londres), além de desenvolver 4.500 unidades nos próximos cinco anos em Londres, Manchester, Glasgow e Leeds.

A seguradora diz que o seu compromisso com o mercado de arrendamento é global (inclui também EUA e Japão) e que resulta da sua atratividade tendo em conta as tendências demográficas, o desequilíbrio entre oferta e oferta e os problemas de acesso à habitação para parte da população. Além disso, a divisão imobiliária da Allianz quer continuar a expandir a sua exposição no Reino Unido, com novos investimentos em habitação, escritórios e logística.