Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estado está a recrutar mais do que a despedir, pela primeira vez em três anos

Autor: Redação

Pela primeira vez desde 2012, no primeiro semestre deste ano, o número de novas contratações na administração pública ultrapassou o número de saídas. Nos primeiros seis meses de 2015, fora recrutadas 13.519 pessoas, mais 49% face a igual período do ano passado.

Segundo da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público e citados pelo Diário de Notícias, houve 12.096 funcionários públicos a abandonar o seu cargo, sem contar com aposentações.

Contabilizando as reformas, as saídas são mais do que as entradas, mas a diferença face ao ano passado é muito significativa, representando uma diferença de 89% na destruição de emprego público.

Na primeira metade de 2014, foi de quase 11 mil a destruição de emprego no setor público, enquanto até junho deste ano, a redução efetiva de empregos fixava-se em 1.220.