Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Achas que o teu chefe é psicopata? Estudo conclui que um em cada cinco é...

Autor: Redação

A percentagem de psicopatas entre pessoas em altos cargos de chefia pode chegar aos 21%, ou seja, um em cada cinco chefes são psicopatas e podem ter um “impacto tóxico” junto dos colaboradores. Em causa está um estudo apresentado num seminário realizado no congresso da Sociedade Psicológica Australiana, que decorreu entre 13 e 16 de setembro em Melbourne.

Como explicam os investigadores das universidades de Bond e São Diego, a personalidade de um psicopata é, normalmente, associada a comportamento criminal. Mas há uns anos surgiu o termo “psicopata bem-sucedido”, que descreve um indivíduo plenamente integrado na sociedade, ao nível das relações interpessoais e tratamento afetivo, e com uma tendência muito baixa para a prática de crime, escreve o Observador.

O fenómeno do aparecimento de psicopatas no mundo dos negócios começou a ser analisado a partir de 2008, com a crise. E desde então os resultados são surpreendentes, já que parece haver “psicopatas espalhados pelas escritórios”.

Como detetar um psicopata? O estudo concluiu que os seus traços de personalidade incluem a falta de sinceridade, de empatia e de remorso, o egocentrismo, a capacidade de ser encantador quando convém e a superficialidade.

De referir que o estudo, que validou o método de rastreio, ainda não foi publicado, tendo sido apenas apresentado no centro de congressos. O mesmo foi, no entanto, testado numa amostra de 261 executivos de topo.