Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Desde 1991 que não havia tão poucos desempregados inscritos no IEFP

Jornal de Negócios
Jornal de Negócios
Autor: Redação

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego ficou em junho abaixo das 300 mil pessoas, o que acontece pela primeira vez em 27 anos (desde dezembro de 1991), revelou esta quarta-feira (24 de julho de 2019) o Ministério do Trabalho, com base nos dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Os dados disponibilizados pelo IEFP permitem concluir que o número de desempregados inscritos nos serviços de emprego em junho de 2019 desceu 10,3% em termos homólogos e 2,3% em termos mensais para as 298,2 mil pessoas.

“Para encontrar um número mais baixo é preciso recuar a dezembro de 1991, altura em que se registaram 296,6 mil desempregados inscritos”, adianta o gabinete do ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social em comunicado, citado pela Lusa.

Considerando apenas a situação observada no território continental, o desemprego registado desce para as 280 mil pessoas, o nível mais baixo em pelo menos 30 anos.

No que diz respeito ao desemprego jovem, baixou para as 27,7 mil pessoas, representando uma redução homóloga de 12,2% (-3,8 mil pessoas) e um decréscimo face ao mês anterior de 8% (-2,4 mil pessoas).

Já o desemprego de longa duração baixou para as 134,9 mil pessoas, menos 17,1% que no mesmo mês do ano passado (-27,9 mil) e menos 1% face ao mês de maio (-1,4 mil).