Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mais de 80% das famílias estão online e maioria dos utilizadores está nas redes sociais

Quatro em cada cinco utilizadores participa em redes sociais, uma proporção superior à média da UE-28: cerca de dois em cada três utilizadores.

INE
INE
Autor: Redação

Há cada vez mais portugueses ligados à internet, nomeadamente através de banda larga. Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2019, 80,9% dos agregados familiares em Portugal têm acesso à internet em casa, mais 1,5% que no ano passado, “sendo este acesso mais frequente nas famílias com crianças até aos 15 anos (94,5%) do que para aquelas que não têm crianças (73,2%)”.

Os dados revelados pelo INE permitem ainda concluir que em 78% dos lares o acesso é realizado através de banda larga. No corrente ano, “76,2% da população residente dos 16 aos 74 anos utiliza a internet, sobretudo estudantes (99,6%) e pessoas que completaram o ensino secundário (96,9%) e superior (98,7%)”. “A proporção de utilizadores de internet no país continua a aumentar, mas mantem-se o distanciamento em relação à média da UE-28 (-12% em 2018). No entanto, 4/5 dos utilizadores participa em redes sociais, proporção superior à média da UE-28 (perto de 2/3)”, lê-se no documento.

De referir que quase metade dos utilizadores de internet limitaram a realização de atividades devido a preocupações de segurança, como por exemplo compras, internet banking ou fornecimento de dados pessoais. “E 27,6% encontraram problemas de segurança nos 12 meses anteriores à entrevista, principalmente relacionados com phishing (18,2%) e pharming (14,9%)”, conclui o INE. 

INE
INE