Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Construção impulsiona crescimento da economia nacional...

Autor: Redação

Depois de anos de (muita) crise, o setor da construção volta a dar sinais de recuperação. O investimento na construção foi o principal fator para que a economia portuguesa tivesse registado em 2017 o mais rápido ritmo de crescimento desde 2000: o PIB cresceu 2,7% no ano passado, tendo atingido, em termos nominais, os 193.000 milhões de euros.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o investimento foi o principal fator que contribuiu para a aceleração do crescimento económico, sendo que dentro deste o destaque vai para a construção, em que o ritmo de expansão foi multiplicado por seis, escreve o Jornal Económico

“A Formação Bruta em Capital de Fixo (FBCF) em construção foi a componente que mais contribuiu para a evolução da FBCF total em 2017, registando um aumento de 9,2%, após ter diminuído 0,3% em 2016”, lê-se no relatório do INE.

Os dados do INE mostram que a economia portuguesa investiu mais 2,9 mil milhões de euros em 2017 (FBCF medida a preços correntes), refere entretanto o Diário de Notícias, salientando que o setor da construção é o que mais sobressai – adiciona à economia mais 1,5 mil milhões em novos investimentos (54% do total).