Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Licenciamentos de obras de construção e reabilitação a crescer no mercado residencial

Photo by Scott Blake on Unsplash
Photo by Scott Blake on Unsplash
Autor: Redação

O mercado residencial continua a dar sinais de dinamismo em Portugal, que se traduzem em maior oferta de produto, num momento em que profissionais do imobiliário reclamam falta de oferta justada às necessidades dos clientes . Na primeira metade do ano, as autarquias licenciaram 8.212 obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais, o que traduz um crescimento de 9,1%, face às 7.525 obras licenciadas no semestre homólogo.

Também a nível dos fogos novos licenciados foi verificado um crescimento, de 13,0% em termos homólogos, tendo sido emitidas 11.342 licenças até junho. Os dados constam da Síntese Estatística da Habitação da AICCOPN – Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, divulgados em comunicado esta quinta-feira.

Outro indicador que mostra a revitalização do setor é o aumento do consumo de cimento no mercado nacional. No 1º semestre de 2019 situou-se em 1,6 milhões de toneladas, montante que traduz um crescimento de 16,1% face ao 1º semestre de 2018, de acordo com a mesma fonte.

Relativamente ao novo crédito concedido à habitação, a AICCOPN aponta na nota enviada à imprensa que foi registado um crescimento de 3,3% para 4.931 milhões de euros desde o início do ano, enquanto que, no montante total de crédito à habitação assiste-se a um ligeiro crescimento de 0,2% após 5 meses de variações nulas. Quanto ao crédito concedido às empresas de construção e imobiliário, continua a observar-se uma evolução negativa em junho, com uma quebra de 7,2% em termos homólogos.   

No que concerne ao valor médio da avaliação bancária na habitação, em junho, recorda que fixou-se em 1.272€ por m2, 7,8% acima do valor apurado no mesmo mês de 2018, em resultado de um aumento de 9,3% nos apartamentos e de 6,0% nas moradias.