Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Obras em casa: qual é o melhor tipo de pavimento para usar?

Mosaico, pedra natural, alcatifa, vinil, linóleo, madeira ou laminados. No Deco Alerta analisamos as várias opções.

Photo by Picsea on Unsplash
Photo by Picsea on Unsplash
Autor: Redação

O chão é um dos principais focos de atenção quando se pensa em fazer obras em casa, por motivos estéticos, mas sobretudo porque é um ponto de passagem obrigatória. E dependendo dos gostos, necessidades e orçamentos disponíveis, existem no mercado várias soluções a ser consideradas. Hoje, no Deco Alerta damos uma ajuda neste tema, para que a reforma da tua casa não seja uma dor de cabeça (pelo menos no que toca aos soalhos) e escolhas o material adequado.

Esta rubrica semanal é destinada a todos os consumidores em Portugal, sendo assegurada pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news. Envia a tua questão para a Deco, por email para decolx@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Estou a planear uma remodelação na minha casa. Uma das prioridades é mudar o soalho que está muito danificado. Não sei que tipo de pavimento posso escolher. Peço o vosso conselho sobre este tema.

Há muitas possibilidades. Podes optar por: mosaico, pedra natural, alcatifa, vinil, linóleo, madeira ou laminados, onde se inclui o flutuante.

Comecemos por comparar algumas soluções para quartos e salas: o mosaico ou pedra natural é mais frio do que pavimento de madeira, sendo que este é mais fácil de limpar do que a alcatifa. No caso do soalho flutuante, testado recentemente por nós, é fácil escolher uma marca fácil de montar com sistema de encaixe do tipo clique.

Para a casa de banho ou cozinha, aconselhamos a escolha de soalho resistente à humidade e a projeções de água. Este é três vezes mais caro do que o clássico, mas é mesmo à prova de água, embora algumas marcas resistem mal ao impacto e à abrasão.

Deixamos-te aqui algumas dicas de escolha de pavimento flutuante:

  • Todos os painéis devem exibir a mesma dimensão, ser retos e planos, assim poderás evitar problemas causados por pequenos desvios, sobretudo se estiveres a aplicar o pavimento em divisões de grande dimensão.
  • Cada soalho traz um código da classe a que pertence. Quanto mais elevado, melhor será o revestimento e a resistência. Todavia, nem sempre a classe anunciada é uma garantia de qualidade.
  • Também há diferenças no acabamento. A imitação de madeira natural é, nalguns casos, melhor do que noutros. Confirma se é fácil de montar: além de poupar horas de esforço, garante bons acabamentos.
  • Lê cuidadosamente as instruções do fabricante e usa as ferramentas indicadas. Alguns alegam que o desrespeito por estes alertas pode anular a garantia do soalho. Um bom manual é essencial para explicar como preparar a instalação, montar e manter o soalho em bom estado.

Quanto à instalação e manutenção:

  • Os soalhos com encaixe tipo clique são fáceis de instalar e a maioria é resistente e fácil de limpar. O pavimento precisa de se ambientar à temperatura e às condições de humidade do espaço. Uma boa opção é manter os painéis na embalagem original durante 48 horas no meio da divisão antes de instalar.
  • Para prevenir o desgaste do soalho, usa proteções de feltro ou borracha nos pés dos móveis e cadeiras. Cobre as zonas de passagem frequente com tapetes.
  • O aspirador para remover pó e sujidades e depois a esfregona bem espremida com um detergente suave são as “ferramentas” de limpeza mais indicadas