Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Licenças para construção de habitação nova disparam 17,2% num ano

Em 2019, foram licenciados para construções novas 23.737 fogos, segundo dados da AICCOPN.

Autor: Redação

Em 2019, as obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais licenciadas pelas câmaras municipais aumentaram 9,4% face a 2018, para 16.461, revelou a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), salientando que o número de fogos licenciados em construções novas totalizou 23.737, mais 17,2% que no período homólogo.

“Na Área Metropolitana do Porto, o número de fogos licenciados em construções novas em 2019 totalizou 4.270, o que traduz um aumento de 29,1% face aos 3.308 alojamentos licenciados em 2018. Destes, 45% são de tipologia T3 e 26% de tipologia T2”, lê-se na Síntese Estatística de Habitação da AICCOPN.

Segundo a associação, “em 2019, foram utilizadas 3,23 milhões de toneladas de cimento no mercado nacional, o que corresponde a um crescimento de 14,9% face a 2018 e a um máximo dos últimos seis anos, aproximando-se dos níveis registados no ano de 2012”. 

No que diz respeito ao novo crédito à habitação concedido pelos bancos para aquisição de habitação, “cresceu 8,1%, para 10,63 mil milhões de euros, montante que corresponde a um máximo da década”. É preciso recuar até 2008 para se encontrar um ano com maior volume de crédito concedido. 

“Relativamente ao volume de crédito às empresas de construção e imobiliário, o ano de 2019 termina com uma redução homóloga de 6,6%, fixando-se em, apenas, 16 mil milhões de euros, ou seja, no valor mais baixo desde o início do século XXI”, conclui a AICCOPN.