Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Custos de construção de casas novas abrandam em fevereiro

Aumentaram 2,2% face ao mesmo mês de 2019, um crescimento homólogo inferior ao verificado em janeiro (2,6%).

Autor: Redação

Os custos de construção de habitação nova aumentaram 2,2% em fevereiro face ao mesmo mês do ano passado, um crescimento homólogo inferior – menos 0,4% – ao verificado em janeiro (2,6%). Em causa estão estimativas do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), que alerta que estes números não refletem ainda a situação atual determinada pela pandemia do novo coronavírus. “É de esperar que as tendências aqui analisadas se alterem substancialmente”, avisa.

Segundo o organismo oficial, em fevereiro, “o preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram, respetivamente, variações de -0,4% e de 5,9% face ao período homólogo”. Um mês antes, em janeiro, os preços dos materiais tinham aumentado 0,2% e o custo da mão 6% face ao mesmo mês de 2019.

No que diz respeito à variação em cadeia, a taxa de variação mensal do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) foi nula em fevereiro. “O custo dos materiais registou uma variação de -0,3% e o custo da mão de obra de 0,3%. A componente de mão de obra contribuiu com 0,2 p.p. para a formação da taxa de variação mensal do ICCHN. A contribuição da componente dos materiais foi de -0,2 p.p.”, lê-se no site do INE.