Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Browers Beato, a microcervejeira que vai nascer no Hub Criativo do Beato, sai do papel em setembro

Obra que transformará uma antiga central elétrica numa microcervejeira estará a cargo da Lucios Engenharia e Construção.

Lucios
Lucios
Autor: Redação

Beber cerveja numa antiga “central elétrica”? Sim, no Beato a partir de 2019. Este foi o título da notícia que escrevemos em maio de 2018, aludindo ao facto de ir nascer no Hub Criativo do Beato, em Lisboa, uma minifábrica de cervejas. Sabe-se agora, mais de dois anos depois, que a obra que transformará uma antiga central elétrica numa microcervejeira, a Browers Beato, arranca em setembro, estando a cargo da Lucios Engenharia e Construção.

“O primeiro espaço da Browers Company, integrante do Super Bock Group, nasce num edifício histórico, em que funcionou uma central elétrica”, refere a Lucios, em comunicado, adiantando que foi selecionada para concretizar a obra. 

Lucios
Lucios

“O Browers Beato foi projetado por Eduardo Souto Moura e Nuno Graça Moura e vai contar não só com a produção de cerveja em pequena escala, que ficará à vista dos visitantes, mas também com uma área de restauração e um espaço destinado a eventos culturais e workshops”, lê-se no documento.

Trata-se de um espaço com 700 metros quadrados (m2) que terá um longo balcão a separar as áreas públicas (restaurante/bar e sala de provas) das áreas de serviço (incluindo a fábrica de cerveja). No exterior haverá uma esplanada.

A futura microcervejeira integra a antiga Manutenção Militar, um complexo industrial do Exército onde está a nascer o Hub Criativo do Beato, um polo de empreendedorismo e inovação que conta com 20 edifícios numa área total de 35.000 m2.

Lucios
Lucios