Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Socigom reforça aposta no residencial com soluções de construção sustentável

Construção de moradias e regresso à habitação a custos controlados, que foi o 'core' da empresa, marcam a atividade nesta fase.

Empreendimentos residenciais
Socigom
Autor: Elisabete Soares (colaborador do idealista news)

A reabilitação do Saldanha Palace, na Foz, Porto - um edifício construído nos anos 40 do século passado, que estava completamente degradado e que agora regressou ao esplendor de outros tempos - foi um trabalho levado a cabo pela Socigom - Sociedade Imobiliária.

O palacete, localizado na rua do Marechal Saldanha, 604, gaveto com a rua da Índia, foi transformado num condomínio com 10 habitações de luxo, de tipologias de T2 a T5, com a obra em fase de conclusão. Com preços a partir dos 425 mil euros, a reabilitação do imóvel manteve os vários elementos decorativos do seu interior, como as escadarias, portas, janelas e azulejos. 

O Saldanha Palace é um dos projetos recentes desenvolvidos pela Socigom, a empresa promotora sediada em Gondomar, que foi “constituída em 1991, em pleno ‘boom’ imobiliário e no seguimento de uma estratégia de diversificação levada a cabo pelo gabinete de arquitetura JBMM, Arquitetos, Lda., de Joaquim Bragança e Mário Marques, sócios fundadores”, segundo explica fonte grupo ao idealista/news.

Condomínio de luxo
Socigom

Em 2019, constituíram a FHS - Flex House Solutions – uma empresa de construção especializada em estruturas em LSF - Light Steel Frame (perfis de aço leve) - como resposta à necessidade de apresentar ao mercado soluções inovadoras que permitam uma construção mais rápida e sustentável, sobretudo, ao nível do mercado residencial de construção de moradias unifamiliares e multifamiliares. 

Aposta na promoção e reabitação de imóveis

Nos últimos anos, a Socigom dedicou-se à promoção de empreendimentos multifamiliares no Porto, tendo por base a reabilitação e ampliação de imóveis.

Assim, para além do edifício Saldanha Palace (candidato ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2021), a empresa destaca os edifícios Pátio Houses, localizado na Baixa, e o Pátios da Foz, imóveis residenciais, localizados na Invicta já concluídos, “direcionados para investidores nacionais, mas também para investidores internacionais”, tal como frisam os responsáveis. 

Sobre a atual situação do mercado imobiliário sentem-se confiantes e partilham da opinião que “não vai sofrer uma quebra significativa”, devido sobretudo às, “ainda, baixas taxas de juro e spreads bancários”. 

Reforçam que o “retorno do investimento imobiliário continua a ser elevado e de baixo risco, ou seja, o património imobiliário acaba sempre por ser um ‘bem seguro’, mesmo em tempos conturbados, quer para o cliente particular, quer para o investidor”.

Construção de moradias com procura crescente

Atualmente, a Socigom está também a promover e a construir moradias novas unifamiliares e multifamiliares, que “resultam da deteção de uma oportunidade no mercado pela procura crescente deste tipo de construção (em grande medida consequência de um efeito colateral da pandemia Covid-19)”, indicam.

A empresa identificou que “os clientes particulares procuram, mais que nunca, uma habitação com um pequeno logradouro ou espaço verde, em detrimento da vivência em apartamentos”. 

Paralelamente, acrescentam, “a necessidade de uma construção mais rápida e sustentável começa a fazer parte das exigências e preocupações dos consumidores”, o que leva - por via da empresa FHS -, a termos, neste momento, “em carteira um conjunto de moradias em construção um pouco por todo o Grande Porto”. 

Casas à venda no Porto
Socigom

A estratégia da Socigom passa, assim, por um trabalho de grande proximidade com o cliente particular, ajustando as especificidades destes - sobretudo ao nível orçamental -, “à nossa capacidade de resposta construtiva”.

Acrescentam que este facto garante, quase de imediato, que o imóvel promovido tem um cliente definido mesmos antes de iniciar a construção e em que os serviços da empresa não passam exclusivamente pela construção, mas por todo processo imobiliário desde o projeto, licenciamento e até ao apoio jurídico e financeiro. 

Famílias valorizam espaços exteriores e relação com a natureza

O atual momento pandémico trouxe ao mercado imobiliário, como a muitos outros, uma necessidade de readaptação e reavaliação das oportunidades eminentes. 

Para os responsáveis da Socigom, “fruto do confinamento geral que as famílias viveram, a valorização de espaços exteriores, da relação com a natureza, mas de forma privativa, ganharam pontos e passou a ser algo indispensável para praticamente todos nós”. Isto, afirmam, fez com que a procura por habitações unifamiliares tenha apresentado um crescimento exponencial. 

“Na Socigom, apercebemo-nos disto a tempo de aproveitar esta oportunidade e redirecionar os nossos investimentos. Temos desde então moradias prontas, outras em fase de construção e outras a nascer um pouco por todo o Grande Porto”, acrescentam. 

Assim, reforçam que nas habitações construídas pela Socigom, existem características e espaços dos quais não prescindem: “Um escritório/zona de trabalho, um espaço exterior de qualidade (jardim, varanda, terraço) e maior relação das habitações com esse exterior, espaços mais amplos e orgânicos privilegiando áreas sociais onde as famílias convivem e interagem com elevados níveis de conforto”.

Construção de habitação a preços acessíveis é uma aposta futura

De acordo com os responsáveis, a Socigom “está ativamente à procura de oportunidades para desenvolvermos negócios para habitação a custos controlados (HCC), fundamentalmente em Gondomar e Vila Nova de Gaia e que irá acontecer até o terceiro trimestre do ano 2021”. 

Consideram que fruto da enorme carência de habitação nova para classe média, o grupo está “definitivamente com interesse em voltar a abraçar esse segmento de negócio, que de resto foi o nosso 'core business' durante muito anos na promoção imobiliária”. 

Montagem e gestão de negócios imobiliários 

Em paralelo à promoção, a Socigom desenvolve igualmente uma componente de ‘projet management’, assumindo-se assim como um grupo de gestão global de negócios imobiliários.

Casas à venda no Porto
Socigom

“Os nossos clientes de ‘project management’ são oriundos do ‘corporate’, ‘private real estate equity investors’, nacionais e estrangeiros, que confiam em nós toda a montagem e gestão do seu negócio imobiliário”, refere o responsável. Frisa que os projetos que acompanham têm a vertente quer de reabilitação e ampliação de imóveis, como de construção nova. 

Neste momento, a Socigom está a acompanhar dois projetos na envolvente da área de reabilitação urbana de Cedofeita, no Porto, compostos quer por habitação como serviços. Relativamente à construção nova, destacam três empreendimentos multifamiliares, dispersos pelos concelhos de Vila Nova de Gaia, Matosinhos e Ovar. 

De referir que a empresa é responsável também pela comercialização dos seus empreendimentos, alertando que “todos os negócios que temos gerado têm sido transacionados ainda antes do início da construção, não só por estratégia de negócio, mas também devido à procura no mercado”.