Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

JLL vai gerir e comercializar edifícios de escritórios em Lisboa e Porto detidos pela Dos Puntos

Autor: Redação

O portefólio de escritórios em Portugal detidos pela imobiliária espanhola Dos Puntos Asset Management, que abrange 27.884 metros quadrados (m2) distribuídos por cinco edifícios em Lisboa e no Porto, será dinamizado pela consultora JLL. Em causa estão os edifícios Duque de Loulé 106, Duque de Palmela nº11 e Meridiano, na capital, e a Torre Burgo e o Centro Burgo, na Invicta.

Segundo a JLL que será responsável pela gestão operacional e estratégica destes imóveis e pela comercialização dos espaços ainda disponíveis, o portefólio é composto, no Porto, pela Torre Burgo e Centro Burgo, ambos na avenida da Boavista. “O primeiro tem cerca de 11.425 m2 de escritórios, acolhendo inquilinos como a KMPG, a Lufthansa, a Gestifute, a Accenture, a Ocidental Seguros/AGEAS ou a Iberdrola Generacion. Já o Centro Burgo combina 1.258 m2 de área comercial com 2.843 m2 de escritórios com inquilinos como a L’Oreal, a Carat Portugal, a VP Consulting ou a Randstad”, refere em comunicado a consultora. 

Já no caso de Lisboa, a carteira de imóveis da Dos Puntos Asset Management integra os seguintes imóveis: edifício Duque de Loulé 106, com 3.772 m2 de escritórios, onde se encontram empresas como a Hipoges, a Stock Uno ou a Volters Kluwer Financial Services, o edifício Duque de Palmela nº11, que está ocupado (4.738 m2) pela Generali, e o edifício Meridiano (cerca de 1.021 m2), que acolhe a Udra, a CSJ e a Shamir Optical.  

“São ativos de excelente qualidade e muito bem localizados nas zonas prime do Porto e de Lisboa. Estes atributos, associados à crescente procura de espaços modernos e centrais que se sente nestes dois mercados, levam-nos a acreditar que a comercialização dos poucos escritórios ainda disponíveis no portefólio vá decorrer a muito bom ritmo”, disse Mariana Rosa, diretora de Office Agency da JLL.