Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Onze ateliers portugueses candidatos a prémios de arquitetura

Autor: Redação

O site de arquitetura mais visitado do mundo, o ArchDaily, divulgou esta quarta-feira os candidatos à eleição dos 14 edifícios mais importantes do ano passado. Entre os 70 candidatos às 14 categorias que vão apurar o Edifício do Ano 2014 estão 11 ateliers portugueses.

Segundo o Público, na categoria de arquitetura educativa está nomeado o atelier português Pedro Domingos Arquitetos, pelo projeto da Escola Básica e Secundária de Sever do Vouga, e o atelier CVDB arquitetos, pela Escola Secundária Braamcamp Freire na Pontinha, em Lisboa.

Relativamente à categoria arquitetura de saúde, entre os finalistas surge o atelier Aires Mateus, com as residências assistidas de Alcácer do Sal. Já na arquitetura de hotelaria, há dois gabinetes portugueses na corrida: a Carvalho Araújo, Arquitetura e Design, pelo projeto da casa de hóspedes De Lemos, em Passos de Silgueiros, e as casas na árvore de Luís Rebelo de Andrade + Tiago Rebelo de Andrade, que complementam o seu projeto para o Parque das Pedras Salgadas.

Na categoria de arquitetura cultural, o atelier Future Architecture Thinking é finalista com o projeto para a Casa das Artes de Miranda do Corvo. Já na seção de habitação, Inês Lobo concorre com o projeto para 18 fogos na Banda do Bom Sucesso, junto ao lago de Óbidos.

Outro atelier nacional, o Consexto, está nomeado na secção de interiores pelo projeto do seu laboratório na Avenida da Boavista, no Porto. O nome mais sonante do rol de portugueses a concurso é o do Pritzker Álvaro Siza Vieira, que surge na categoria de arquitetura pública pelo projeto para o quartel de bombeiros de Santo Tirso. No restauro e requalificação, a Tiago do Vale Arquitetos concorre com a sua transformação do chalet das Três Esquinas na zona da Sé, em Braga, a par do atelier Comoco, pelo trabalho no pavilhão desportivo de Eiras, em Coimbra.

De referir que os utilizadores do site já podem votar e decidir os vencedores, que serão conhecidos a 31 de janeiro.