Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Primeiro grande leilão de imóveis penhorados realiza-se hoje

Autor: Redação

O primeiro grande leilão de bens penhorados, realizado através de um novo portal eletrónico da Ordem dos Solicitadores e Agentes de Execução (OSAE), realiza-se hoje. E, para o próximo dia 14 de julho, está já marcado outro. No total, vão ser vendidos perto de uma centena de imóveis, avaliados em mais de oito milhões de euros, entre os quais se destacam uma quinta no Douro e vários apartamentos nos centros de Lisboa, Porto e Cascais.

Todos os bens que vão ser leiloados (além dos imóveis, há também máquinas agrícolas, equipamento de escritório, mobiliário ou máquinas) resultam de penhoras feitas em cobranças de dívidas, nas ações executivas, segundo escreve o Jornal de Negócios, dando nota de que o objetivo é que os credores recuperem os valores em falta. 

As licitações arrancam com cerca de 50% do valor do imóvel e, depois, se os lances chegarem aos 85%, o valor mínimo a que poderá ser adjudicado o imóvel, então será vendido. "Se isso não acontecer, então vão ser ouvidas as partes e avança-se para a venda por negociação particular", explica Armando A. Oliveira, presidente do Conselho Profissional do Colégio dos Agentes de Execução da Ordem, ao jornal.

Vendas orientadas para particulares

Até agora as vendas quase sempre faziam-se por negociação particular, estando, por isso, mais orientadas para profissionais. Agora, com os leilões, o objetivo é aproximar-se mais dos particulares. 

Os bens que estão para venda, conta o diário, vão agora sendo carregados aos poucos no site e aparecem também na correspondente página do Facebook.