Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mudar azulejos em casa é um problema? Estas soluções podem ajudar-te (e muito)

MELOM
MELOM
Autor: Redação

E quando estás em casa a olhar para aqueles azulejos antigos que estás cansado de ver e decides mudar o visual? Nesse momento pensas: O que posso fazer? Trocar de azulejos? Pintar? Ou será melhor aplicar uns novos sobre os antigos? Com a ajuda da MELOM*, empresa especializada e líder em remodelação de imóveis, ajudamos-te a descomplicar e damos-te a informação necessária para poderes tomar uma decisão.

Podemos dizer que existem duas grandes soluções para alterar o visual dos azulejos, sendo elas as técnicas de cobertura e a técnica de substituição.

De seguida falaremos das que mais utilizamos nas remodelações atuais.

A. Técnicas de cobertura

Estas técnicas baseiam-se na reformulação das zonas de azulejo existentes com premissa principal de não retirar os azulejos existentes, minimizando as obras necessárias com a intenção de encontrar uma solução mais rápida.

A1. Colocação de novos azulejos sobre os existentes

A alternativa mais rápida para manter o azulejo como acabamento final.

Preço estimativo por metro quadrado (m2): 30 euros.

MELOM
MELOM

É necessário ter muito cuidado ao optar pela colocação de azulejos sobre azulejos, pois antes de passarmos para a remodelação temos de ter atenção a inúmeras variáveis, nomeadamente a profundidade da parede e as guarnições.

Estes fatores devem ser analisados por um profissional no local e, se possível, executados pelo mesmo, para evitar que eventuais problemas não acabem por encarecer a obra.

Como fazer?

1º Passo – Aplicação de cola própria para assentar azulejo em cima de azulejo

  • Mistura-se uma quantidade de cola e aplica-se uma camada grossa e uniforme sobre a superfície de trabalho, usando uma espátula dentada

2º Passo – Aplicação de cola em cada azulejo 

  • Mistura-se uma quantidade de cola, conforme necessário, e aplica-se uma camada fina e uniforme atrás de cada azulejo usando uma espátula. Deve cobrir-se completamente a parte de trás do azulejo

3º Passo – Assentar os azulejos

  • Deslizam-se os azulejos no lugar ao longo da superfície, posicionando-os de acordo com o seu arranjo desejável

4º Passo - Betumar os azulejos 

  • Mistura-se o betume de acordo com as instruções do fabricante e passa-se o material nas juntas dos azulejos, selando-os juntos. Aplica-se o betume entre os azulejos individualmente usando uma espátula

5º Passo - Limpeza

  • Com água morna esfrega-se qualquer mancha de betume da superfície dos novos azulejos, quando o betume estiver seco

A2. Pintura de azulejos 

A alternativa mais prática para quem quer minimizar a obra.

Preço estimativo por m2: 15 euros.

Como fazer?

1º Passo

  • Limpar bem a superfície a pintar com água e um detergente de modo a eliminar todas as gorduras e sujidades

2º Passo

  • É aconselhável a aplicação de massa acrílica para preencher todas as falhas existentes. Após este passo aguardar 24 horas 

3º Passo

  • Limpar bem a superfície a pintar com água e um detergente de modo a eliminar todas as gorduras e sujidades

4ºPasso

  • Usar uma lixa fina para fazer ajustes finais e limpar com um pano seco para retirar o pó

5ºPasso

  • Preparar a tinta seguindo as recomendações do fabricante. Aplica-se duas demão e aguarda-se o tempo de secagem recomendado entre as mesmas e no final

A3. Estuque sobre azulejo e pintura

Uma alternativa para quem opta pelo aspeto convencional.

Preço estimativo por m2: 25 euros.

Antes

MELOM
MELOM

Depois

MELOM
MELOM

Como fazer?

1º Passo - Preparação da parede para aceitar massas de estuque sem retirar azulejos

  • Pode aplicar-se um cimento cola de colagem dupla (cimento cola flex)

2ºPasso – Aplicação de camada de enchimento/nivelamento

  • Aplicação de uma camada de estuque com uma colher de pedreiro com aproximadamente um centímetro de espessura. Após tirar pontos de nível, passar com a régua de nivelamento com o biselado molhado para cima para alisar a superfície da camada de nivelamento. Aguardar cerca de cinco/sete dias para secar

3º Passo – Aplicação de camada de acabamento

  • Aplicação de uma camada de estuque bem fina, com cerca de três milímetros, para dar o acabamento final. Aguardar a sua secagem

4ºPasso – Lixar e pintar

  • Usa-se uma lixa fina para fazer ajustes finais e limpa-se com um pano seco para retirar o pó. De seguida, inicia-se o processo de pintura

A4. Microcimento

A alternativa prática para quem quer material personalizado e moderno.

Preço estimativo por m2: 50 euros.

O Microcimento é um revestimento liso, composto por cimento e polímeros, conhecido pela sua alta resistência e versatilidade. Bom para aplicar por cima de azulejo, visto que não necessita de qualquer alteração nas superfícies de aplicação, por ter uma elevada capacidade de aderência a qualquer tipo de material. É um revestimento que se destaca na decoração, por ser um produto artesanal e manual, o que lhe dá características únicas. Personalizável, colorido, com diferentes texturas e formas, é uma opção excelente para dar uma nova roupagem à sua casa.

Como fazer?

1º Passo – Preparação da superfície

  • A superfície dos azulejos deve ser limpa e livre, assegurando-se que a base está em boas condições e nivelada (se necessário deverá ser utilizado um autonivelante)

2º Passo – Preparação da mistura

  • O Microcimento é bicomponente: pó (Microbase para preparação das superfícies e Microcimento fino para acabamento) + Resina (líquido concentrado). Estes componentes devem ser misturados nas proporções indicadas pelo fabricante

3º Passo - Sistema de aplicação

  • Este material, por ser de elevada especificidade, deve ser aplicado por profissionais qualificados, seguindo-se todas as normas do fabricante. O revestimento deverá ser aplicado apenas quando os níveis de humidade não forem superiores a 5%, medidos através de equipamentos específicos.

B. Técnica de substituição

A alternativa que requer mais tempo, mas tecnicamente é mais perfeita.

Preço estimativo por m2: 40 euros.

Como fazer?

Esta alternativa diferencia-se pela necessidade de demolição dos azulejos existentes e da regularização das paredes e pavimentos com argamassa, de modo a receber os novos azulejos. Trata-se de um método mais moroso e dispendioso, no entanto, é o que garante um acabamento mais aperfeiçoado. Após estes dois passos iniciais seguem-se os passos para assentar o azulejo já descritos anteriormente.

*A elaboração deste artigo contou com o apoio técnico da MELOM TEC.

Outro exemplo de antes...

MELOM
MELOM

... E depois

MELOM
MELOM