Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Alojamento Local: num mês abriram mais de 1.100 novas casas para turistas em Lisboa

Autor: Redação

As alterações à lei do Alojamento Local (AL), recentemente aprovadas e publicadas em Diário da República – entram em vigor em outubro de 2018 –, estão a provocar uma “corrida” aos registos de novas casas para turistas. Em pouco mais de um mês foram feitos 1.108 registos de AL só em Lisboa, mais do dobro face a igual período do ano passado. A maioria concentra-se nos bairros históricos, que a lei pretende proteger.

As novas regras só entram em vigor daqui a dois meses, mas já estão a surtir efeitos. Isto porque uma das alterações prevê que as autarquias possam definir áreas de contenção dentro dos municípios, nas quais poderão ser fixadas quotas máximas para a concessão de licenças para exploração de AL. Dessas áreas de contenção fazem parte os bairros históricos da capital, os mais pressionados por este fenómeno.

A edição semanal do Diário de Notícias mostra que na freguesia de Santa Maria Maior foram registados 316 alojamentos locais desde que o Parlamento aprovou a lei, o que traduz um aumento de 10% face às 3.666 unidades já existentes naquela zona. Seguem-se as freguesias da Misericórdia e Santo António, com 179 e 126 registos. As três freguesias juntas, segundo a publicação, já representam mais de metade dos novos registos de casas para turistas na capital.