Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

AIMI: Casas da Igreja para pobres obrigadas a pagar imposto de luxo

Mad House/Unsplash
Mad House/Unsplash
Autor: Redação

As casas construídas pela paróquia de Paço de Sousa, em Penafiel, para albergar pobres, estão obrigadas ao pagamento do Adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (AIMI) – conhecido como um imposto de luxo. A Fábrica da Igreja Paroquial foi chamada a pagar, mas já disse que vai contestar a decisão em tribunal.

Depois de tributada com o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), a paróquia foi agora sujeita ao AIMI, segundo a notícia avançada pelo Jornal de Notícias. Em causa estão 12 casas de habitação social, construídas pelo padre Américo, salas de catequese e a casa paroquial. Juntas somam mais de 600.000 euros - o valor mínimo para a aplicação do imposto Mortágua -, segundo as contas do Fisco.

Responsáveis da Fábrica da Igreja Paroquial disseram ao diário que vão contestar a decisão, uma vez que não possuem qualquer tipo de rendimento fixo.