Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Amadora, Porto e Lisboa, as cidades onde os preços das casas mais subiram

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O preço mediano das casas em Portugal continua a subir, embora a um ritmo mais moderado, tendo o valor por metro quadrado (m2) atingido os 1.011 euros no primeiro trimestre do ano, mais 1,5% que no trimestre anterior e mais 6,4% que no período homólogo (950 euros por m2). Lisboa continua a ser a cidade mais cara (3.111 euros por m2), mas foi na Amadora e no Porto que os valores mais subiram face ao mesmo período do ano passado: 22,7% e 22%, respetivamente.

Os dados revelados esta quinta-feira (25 de julho de 2019) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) permitem concluir o preço mediano das casas subiu 21,8% em três anos a nível nacional, de 830 euros por m2 no primeiro trimestre de 2016 para os já referidos 1.011 euros por m2 nos primeiros três meses deste ano. Tem-se verificado, no entanto, um abrandamento anual na subida de preços.

“No primeiro trimestre de 2019 (últimos 12 meses), o preço mediano de alojamentos familiares em Portugal (…) manteve-se acima do valor nacional nas regiões do Algarve (1.562 euros por m2), Área Metropolitana de Lisboa/AML (1.355 euros por m2) e Região Autónoma da Madeira (1.197 euros por m2)”, conclui o INE.

“No período em análise, 46 municípios apresentaram um preço mediano acima do valor nacional, localizados maioritariamente nas sub-regiões Algarve (14 em 16 municípios) e AML (14 em 18). O município de Lisboa (3.111 euros por m2) registou o preço mediano de vendas de habitação mais elevado do país. Verificaram-se também valores superiores a 1.500 euros por m2 em Cascais (2.389 euros por m2), Oeiras (2.062 euros por m2), Loulé (1.983 euros por m2), Lagos (1.800 euros por m2), Albufeira (1.761 euros por m2), Porto (1.682 euros por m2), Tavira (1.669 euros por m2), Odivelas (1.563 euros por m2), Lagoa (1.544 euros por m2), Funchal (1.542 euros por m2) e Vila Real de Santo António (1.534 euros por m2), mais um município que os assinalados no trimestre anterior”, lê-se no documento.

Apesar de Lisboa continuar a ser a cidade mais cara, com o preço mediano de 3.111 euros por m2, foi na Amadora que os valores mais subiram em termos homólogos: +22,7%, para 1.304 euros por m2. Verificaram-se ainda “variações expressivas no Porto (+22,0%), Lisboa (+20,5%) e Braga (+18,2%)”, conclui o INE.

Marvila (e Beato) na moda

Os dados revelados pelo INE permitem concluir que das 24 freguesias de Lisboa, apenas o Parque das Nações viu os preços mediados subir em termos homólogos, tendo até recuado 1,2%. Nas outras 23 freguesias, os valores aumentaram mais de dois dígitos. As freguesias com os valores mais elevados são Santo António (4.742 euros por m2) e Santa Maria Maior (4.451 euros por m2) e Misericórdia (4.288 euros por m2). 

Destaque para a freguesia de Marvila, que viu os preços disparar 87,9%, para 2.786 euros por m2. Ali bem perto, no Beato, subiram 31,6%, para 2.238 euros por m2, o que comprova que é uma zona da capital que está na moda.

  Freguesias de Lisboa Valor mediano das vendas/1T 2019
Santo António 4.742 € por m2
Santa Maria Maior 4.451 € por m2
Misericórdia 4.288 € por m2
Avenidas Novas 3.741 € por m2
Campo de Ourique 3.583 € por m2
Estrela 3.520 € por m2
Belém 3.426 € por m2
São Vicente 3.407 € por m2
Parque das Nações 3.311 € por m2
10º Alvalade 3.305 € por m2
11º Arroios 3.194 € por m2
12º Campolide 3.136 € por m2
13º Ajuda 3.085 € por m2
14º São Domingos de Benfica 3.055 € por m2
15º Carnide 3.049 € por m2
16º Areeiro  3.019 € por m2
17º Alcântara 2.951 € por m2
18º Marvila 2.786 € por m2
19º Penha de França 2.708 € por m2
20º Lumiar 2.591 € por m2
21º Benfica 2.539 € por m2
22º Olivais 2.263 € por m2
23º Beato 2.238 € por m2
24º Santa Clara 2.058 € por m2

Porto: preços no Bonfim crescem 47,4% 

No caso do Porto, os preços subiram mais de dois dígitos nas sete freguesias, tendo o maior aumento homólogo acontecido no Bonfim: 47,4%, para 1.654 euros por m2. Os preços medianos mais caros encontram-se, no entanto, na União das freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (2.324 euros por m2).

  Freguesias do Porto Valor mediano das vendas/1T 2019
União das freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde 2.324 € por m2
União das freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória 1.975 € por m2
União das freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos 1.928 € por m2
Bonfim 1.654 € por m2
Ramalde 1.565 € por m2
Paranhos 1.424 € por m2
Campanhã 1.108 € por m2