Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Lisbon Residences abre portas em 2020: são 97 apartamentos de luxo “assinados” pela Hyatt

A cadeia norte-americana vai estrear-se em Portugal com um projeto hoteleiro-residencial.

lisboaresidences.com
lisboaresidences.com
Autor: Redação

A Hyatt é uma das maiores cadeiras hoteleiras do mundo. Vai estrear-se em Portugal com um projeto hoteleiro-residencial que deverá abrir portas já no próximo ano: chama-se “Hyatt Regency Lisbon”. Além do hotel de cinco estrelas, o complexo é composto por 97 apartamentos de luxo, designados por “Lisboa Residences”, cujos preços podem chegar aos 2,5 milhões de euros.

O edifício está a ser construído e localiza-se na frente ribeirinha, ao lado do Centro de Congressos de Lisboa (antiga FIL) e do histórico edifício da Cordoaria Nacional, em Belém. O projeto resulta de acordo de franchising entre a cadeia norte-americana (Hyatt) e a Realtejo, subsidiária da United Investments Portugal (UIP, que detém resorts de luxo como o Pine Cliffs de Albufeira ou o Sheraton Cascais) e Fibeira, sociedade de investimento imobiliário. Estará pronto em 2020, de acordo com o Diário Imobiliário.

“Com o primeiro hotel Hyatt Regency em Portugal nasce um novo encanto. Luxuosos apartamentos de linhas modernas com uma localização privilegiada e uma vista deslumbrante para o rio Tejo. Perfeito para desfrutar da magnífica cidade de Lisboa, da sua história, cultura e gastronomia”, lê-se na brochura do projeto.

A parte residencial – as tipologias dos apartamentos variam entre T0 e T3 – já está a ser comercializada. Dos 97 apartamentos disponíveis, 22 já estão vendidos e há 33 reservas, segundo os números atualizados do site.