Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Novo empreendimento residencial a nascer no Funchal pela mão da Socicorreia

Projeto imobiliário no Caminho da Fé, na ilha da Madeira, implica investimento de 26 milhões de euros.

Socicorreia
Socicorreia
Autor: Redação

A construção nova está a florescer na Ilha da Madeira. O grupo Socicorreia tem em curso um investimento de 26 milhões de euros num empreendimento no Caminho da Fé, no concelho do Funchal, que contempla três blocos de habitação e espaços comerciais, num espaço de condomínio fechado. O primeiro edifício está concluído, o segundo em obras e o terceiro arranca em 2020.

A primeira fase do projeto imobiliário com a marca "Século XXI", correspondente a um edifício com 42 apartamentos, será inaugurada esta sexta-feira, 13 de dezembro de 2019, na presença do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, e do autarca da capital madeirense, Miguel Gouveia.

O segundo edifício, composto por 36 frações, tem conclusão prevista para o próximo verão. A terceira e última fase, com 12 frações e espaços comerciais, arranca apenas no início do próximo ano.

Socicorreia
Socicorreia

Este novo empreendimento junto ao Estádio dos Barreiros, no Funchal, vai contar com piscina, zona de jardim, solário, parque infantil e equipamento fitness ao ar livre, segundo informa a Socicorreia em comunicado. Fora dos muros do condomínio, promete uma área de "utilização coletiva" superior a 3.000 metros quadrados, incluindo espaços verdes, o alargamento do arruamento do Caminho da Fé e 44 lugares de estacionamento público.

Com uma faturação de 40 milhões em 2018, o grupo liderado pelo empresário de Braga, Custódio Correia, dedica-se à promoção imobiliária, construção e engenharia. Sediada no Funchal, o conglomerado - composto por 10 empresas - tem o foco na construção ou reabilitação de imóveis para fins residenciaid, concentrando os investimentos também em Lisboa e Ponta Delgada.

Atualmente, com vários projetos concluídos e comercializados, a empresa revela que em  2020 vai iniciar a construção do primeiro grande investimento hoteleiro, o Boutique Hotel, no Centro Histórico de Braga.