Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ikea lança o Buy Back Friday: em vez de vender, vai comprar os móveis usados de volta aos clientes

A marca quer uma Black Friday mais sustentável. Em vez de vendas-relâmpago ou grandes descontos, vai comprar produtos antigos aos clientes.

Photo by Semen Borisov on Unsplash
Photo by Semen Borisov on Unsplash
Autor: Redação

A Black Friday este ano será diferente, pelo menos nas lojas Ikea. Isto porque a gigante nórdica sueca decidiu trocar as voltas aos aficionados da “febre” dos descontos. Pela primeira vez, e em 77 anos de história, as lojas Ikea em 27 mercados vão comprar de volta peças de mobiliário da marca aos seus clientes.  O objetivo é dar uma segunda vida e uma nova casa a estes produtos indesejados, com pouca utilidade ou que se tornaram irrelevantes, através do seu reaproveitamento para venda em segunda mão. 

A campanha Buy Back Friday irá decorrer de 24 de novembro a 3 de dezembro 2020, e é uma das ações que o Grupo Ingka está a implementar, “de forma a transformar o seu negócio e a promover serviços circulares e de consumo sustentável, em parceria com os seus clientes”, refere a empresa, em comunicado.

Por cada venda, o cliente receberá um Cartão Presente Ikea a ser usado em qualquer loja IKEA Portugal no prazo de um ano da data da sua entrega. O valor de compra dependerá do tipo de artigo e do seu estado de conservação, podendo ir até 50% do preço original do produto. “No período da campanha Buy Back Friday, os membros IKEA Family que venderem os seus móveis Ikea, além do valor que lhes for atribuído, recebem ainda 50% adicional desse valor”, lê-se ainda.

“Queremos oferecer aos nossos clientes soluções e alternativas sustentáveis ​​para os artigos que já não precisam, mesmo que tenham sido úteis, funcionais e ajudado a criar memórias ao longo dos anos”, refere Helena Gouveia, diretora de marketing da Ikea Portugal, citada no mesmo documento. A responsável explica que a empresa está “a explorar novos modelos de negócio para desenvolver ofertas comercialmente viáveis, atribuindo um ciclo de vida mais longo benéfico para os produtos, desde o momento de compra ao momento que perde relevância nas nossas casas”.

“Mais do que uma compra por impulso de artigos de que na verdade não precisamos tanto, durante a "Black Friday", queremos ajudar os clientes a dar uma segunda vida aos seus móveis e a adotar um consumo mais responsável", explica ainda.

Como funciona a Buy Back Friday

A Buy Back Friday funciona em conjunto com o novo serviço de 2ª vida, e basta seguir estes três passos, segundo a marca:

Passo 1: Preencher o formulário

"Diga-nos o que nos quer vender, utilizando o nosso breve formulário online. Quando preencher o formulário, vai receber imediatamente uma estimativa do preço de revenda dos seus móveis IKEA usados", explica a Ikea.

Passo 2: Trazer para a loja

Depois, é preciso levar essa primeira estimativa e os móveis usados ao Balcão de Trocas e Devoluções da loja Ikea mais próxima, onde um dos nossos colaboradores vai verificar o estado dos móveis para confirmar a avaliação final.

Passo 3: Receber um cartão de reembolso

Assim que a verificação estiver concluída, irás receber um cartão de reembolso Ikea com o valor final atribuído. Esse cartão pode ser utilizado na Ikea, até um ano após a data de emissão.