Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Esta cidade italiana está a leiloar casas abandonadas por um euro

Quem planear converter os imóveis em alojamentos turísticos ou outro tipo de estabelecimento comercial receberá pontos extra e incentivos fiscais.

https://www.salemi.gov.it/comune/vivere
https://www.salemi.gov.it/comune/vivere
Autor: Redação

Casas por um ou dois euros e outros incentivos para atrair população para regiões despovoadas. Este tipo de iniciativas continua a multiplicar-se um pouco por toda a Itália, e desta vez destaca-se a idílica cidade de Salemi, na Sicília, que decidiu leiloar casas abandonadas por um euro numa tentativa de dar nova vida ao seu território. Famosa pelos seus encantos medievais, Salemi está assim pronta para começar um novo capítulo, com novos residentes.

O presidente da autarquia, Domenico Venuti, espera que a iniciativa dê uma nova vida à cidade que viu a sua população diminuir consideravelmente quando, em 1968, um terramoto abalou o Valle del Belice. Nessa altura fugiram pelo menos 4.000 pessoas, tal como explica o responsável à CNN.

Agora, a pitoresca cidade, à semelhança do que outras já fizeram, como Sambuca, está a encorajar cidadãos italianos e estrangeiros a comprar algumas das suas propriedades em ruínas em leilão e dar um novo “sopro” à comunidade. O preço inicial será de um euro.

“Todos os edifícios pertencem à autarquia, o que agiliza a venda e reduz a burocracia. Antes de lançarmos o projeto, recuperámos as partes antigas de Salemi onde as casas estão localizadas, melhorando as infraestruturas e serviços, desde estradas a redes elétricas e canos de esgoto. Agora a cidade está pronta para o próximo passo”, garante o responsável à mesma publicação.

“Foi um longo processo”, explica ainda. “Não apenas realizamos trabalhos de manutenção minuciosos para proteger as áreas degradadas de risco, como também tivemos que recuperar muitas propriedades para uso residencial. Já estamos prontos há algum tempo, mas queríamos esperar para ver como evoluía a pandemia da Covid-19”, acrescenta.

Maioria das casas está em boas condições

As casas que irão ser leiloadas ficam no coração do centro histórico, cercadas pelas antigas muralhas da cidade, e ainda que algumas possam precisar de reparações substanciais devido aos danos causados pelo terramoto, muitas estão em boas condições, segundo a CNN.

De acordo com Venuti, os potenciais compradores não são obrigados a visitar Salemi para inspecionar as casas antes de fazer uma oferta, mas terão de enviar um plano detalhado de remodelação para demonstrar seu compromisso com o projeto.

Os interessados poderão ainda ver fotos das propriedades disponíveis, assim como mapas de localização, e fazer download dos formulários de inscrição no site institucional da autarquia assim que o projeto for lançado.

Quem planear converter os imóveis em alojamentos turísticos ou outro tipo de estabelecimento comercial receberá pontos extra e incentivos fiscais. Segundo a CNN, um só comprador pode adquirir mais de uma casa, mas todos têm de pagar uma caução de 3.000 euros, que será devolvida se o projeto ficar concluído em três anos.