Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Apartamentos do “Terraços de São Francisco” com vendas recorde ainda antes do lançamento

Empreendimento de luxo conta com 160 frações, entre moradias isoladas, em banda, geminadas e apartamentos.

JPS Group
JPS Group
Autor: Redação

A 1ª fase de comercialização do empreendimento “Terraços de São Francisco”, em Alcochete, a 15 minutos de Lisboa, bateu um novo recorde de vendas. A JPS Group, promotora imobiliária responsável pelo projeto, conta que, em apenas quatro dias foram vendidas cerca de 90% das frações da primeira fase, mesmo ainda antes do lançamento oficial, numa situação “nunca antes vivida”. Tendo já lista de espera, prepara-se agora para lançar a 2ª fase de comercialização, ainda no segundo trimestre.

Inseridos num empreendimento de luxo com 160 frações, entre moradias isoladas, em banda, geminadas, e agora apartamentos, na primeira e segunda fase de comercialização, além das moradias, estarão disponíveis unidades de tipologia T1+1 a T3, com uma área bruta de construção entre cerca de 81 m2 a 141 m2 todas com varandas e amplos terraços e preços especiais de lançamento a partir de 155.000 euros.

Com amplos espaços, estes apartamentos possuem uma área ideal para a criação de um home office, por exemplo. Todos os apartamentos têm lugares de estacionamento e espaço de arrumos. Nas áreas comuns, os moradores têm acesso ao jardim, ginásio, espaço lounge e ao salão de festas e jogos. De destacar o facto de ser um empreendimento pet-friendly, ou seja, “é permitido e são bem-vindos os animais de estimação dos residentes”, frisa a promotora em comunicado.

“As linhas contemporâneas, os rooftops com piscinas, a excelente exposição solar e as vistas, rio Tejo desafogadas, são apenas alguns dos pormenores que dão prestígio a este condomínio de luxo”, lê-se ainda no documento.

O condomínio está situado junto ao Parque de São Francisco, numa zona com facilidade de acessos, perto do rio, praias e marina. Toda a zona beneficia de vários tipos de serviços, tais como: escolas, creches, restauração, farmácia, comércio, hospitais e grandes superfícies comerciais.