Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Esta casa pré-fabricada foi inspirada no Minecraft - é multifunções e 100% sustentável

Batizada como HOM3 esta casa pode ter vários usos: ecritórios, ginásio, estúdio de música ou plataforma de 'glamping'.

Casa pré-fabricada inspirada no Minecraft
HOM3
Autor: Vicent Selva (colaborador do idealista news)

Os videojogos entraram nas nossas vidas há algumas décadas e são cada vez mais as crianças, jovens e adultos que se divertem em frente aos ecrãs. Desde 1940, os jogos eletrónicos evoluíram de uma forma espantosa e provaram ser uma forma de arte, embora ainda não haja concenso sobre o tema. 

"A tecnologia expandiu a tela na qual os artistas podem pintar e contar as suas histórias. Sendo uma forma de arte que só existiu no espaço digital, os videojogos são realmente uma colisão entre arte e ciência. Incluem muitas formas de expressão artística tradicional - escultura sob a forma de modelação 3D, ilustração, arcos narrativos e música dinâmica - que se combinam para criar algo que transcende qualquer tipo", diz o especialista em videojogos, Chris Melissinos.

A influência desta forma de expressão artística fez-se, portanto, notar noutras disciplinas. A arquitetura, em todas as suas formas, é uma delas. E é, na verdade, um caso de estudo. 

O estúdio de design e arquitetura JaK Studio -  com sede em Londres - já está a trabalhar em algumas curiosas divisões modulares que podem ser personalizadas e usadas para diversos fins: tanto para lazer como para trabalhar. E a sua maior particularidade é que esta criação é inspirada nos videojogos Minecraft

"Sendo um jogador, vi os meus amigos construir casas intermináveis com o Minecraft durante o confinamento e apercebi-me que esta forma de criar arquitetura virtual poderia ser uma ótima forma das pessoas criarem as suas próprias peças de microarquitetura verdadeiramente flexíveis e adaptáveis aos seus gostos", confirmou o diretor criativo do JaK Studio, Nedzad Sahovic.

O projeto já foi batizado: chama-se Home Office Module Cubed (HOM3). Como o teletrabalho está a tornar-se cada vez mais comum em resultado da pandemia da Covid-19 - que nos afeta há mais de um ano -, esta casa modular e pré-fabricada proporciona aos utilizadores um espaço extra valioso numa altura em que mais precisam dele. Mas a ideia do projeto vai mais longe, já que o objetivo passa por dar a oportunidade de personalizar cada módulo criando espaços muito diferentes e com usos vários: desde escritórios, ginásios, estúdios de música ou mesmo uma plataforma 'glamping'.

As próprias características tornam o HOM3 flexível para ser facilmente instalado em diferentes espaços, como num terraço na cidade, num jardim ou mesmo para completar uma casa de campo. Os proprietários podem definir o tamanho e a forma do módulo adaptando-o às suas próprias necessidades. E podem ainda escolher acessórios, mobiliário e acabamentos.

"Configura o tamanho, forma e materiais de acordo com as tuas necessidades. Cada módulo é feito por artesãos de madeira qualificados e é possível adaptar os acessórios, mobiliário ou acabamento. Quer se trate de revestimento acústico ou de camas articuladas", referem no website do projeto, destacando ainda que o "HOM3 também é fácil de montar e instalar", não havendo "necessidade de gruas ou de uma montagem demorada e elaborada".

Há que destacar, por fim, que esta casa tem um compromisso com a sustentabilidade ambiental. Cada modulo é feito com materiais 100% sustentáveis provenientes das florestas da Bósnia. O preço começa nas 36,000 libras (cerca de 42.000 euros à taxa de câmbio atual).