Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Tailândia quer atrair estrangeiros com vistos de residência de 10 anos

País aprovou um pacote de medidas para atrair estrangeiros ricos e dar impulso à economia.

Tailândia quer atrair estrangeiros com vistos de residência de 10 anos
Photo by Dynamic Wang on Unsplash
Autor: Redação

Na tentativa de alavancar a economia do país, fortemente afetada pela pandemia, a Tailândia decidiu aprovar um pacote para atrair estrangeiros “com elevado potencial”. O plano inclui, entre outras coisas, vistos de residência de longa duração (10 anos). Os vistos serão atribuídos a quatro tipos de estrangeiros, nomeadamente "cidadãos globais ricos", "aposentados ricos", "profissionais a trabalhar na Tailândia" e "quadros altamente qualificados".

O objetivo é atrair um milhão de estrangeiros abastados, gerando 1 bilião de baht em gastos (25,5 mil milhões de euros), 800 mil milhões (20,5 mil milhões de euros) em investimento e 270 mil milhões de baht (6,8 mil milhões de euros) em receitas fiscais, segundo escreve o Jornal de Negócios.

Para um estrangeiro ser elegível na categoria “cidadãos globais ricos” terá de gastar pelo menos menos 500 mil dólares (cerca de 425 mil euros) em títulos do governo tailandês, em propriedades no país ou em investimento direto ou ter tido rendimentos mínimos de 80 mil dólares (68 mil euros) nos últimos dois anos e deter pelo menos um milhão de dólares (849 mil euros) em ativos.

Já no caso dos “aposentados ricos” é preciso cumprir dois requisitos: investir pelo menos 250 mil dólares (212 mil euros) em títulos ou propriedades do país e ter uma reforma mínima de 40 mil dólares (34 mil euros) por ano; ou ter uma pensão de pelo menos 80 mil (68 mil euros).