Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Zaha Hadid: o legado da arquiteta mais famosa do mundo

Autor: Redação

"A arquitetura é uma indústria muito dura, dominada por homens, não apenas nos estúdios, como também entre promotores imobiliários e construtores". Zaha Hadid fez esta afirmação numa entrevista ao diário britânico "The Guardian" em 2013... e sabia perfeitamente do que falava. Como bem assegurava a primeira mulher que ganhou o prestigiante prémio Pritzker, "a combinação de ser mulher imigrante, árabe, auto-suficiente e que fazia coisas raras que não me facilitaram nada as coisas".

Hadid nasceu em Bagdad (Iraque) em 1950. Licenciada em Matemáticas pela Universidade Americana de Beirute (Líbano) emigrou para o Reino Unido nos anos 70 para estudar na famosa Architectural Association School of Architecture de Londres. Filha de uma família endinheirada, a sua fortuna permitiu-lhe abrir o seu próprio estúdio em 1979.

Até mais de uma década depois não viu terminado o seu primeiro edifício, o IBA Housing de Berlín, completado em 1993. E apenas um ano depois concluiu o seu primeiro grande projeto, a Estação de Bombeiros Vitra, também na Alemanha.

A partir de então, a carreira de Hadid despegou com mais de trinta grandes projetos terminados até ao seu falecimento a 31 de março de 2016 aos 65 anos.

O seu legado, além do seu caraterístico estilo que parecia desafiar a geometria, transcende os seus edifícios: demonstrou aos homens que as mulheres podem ser tão boas arquitetas como eles.

Estação de Bombeiros Vitra (1993) - Weil am Rhein, Alemanha

Centro de Arte Contemporâneo Rosenthal (1998) - Cincinnati, Ohio

Estacionamento e Terminal Hoenheim Norte (2001) - Estrasburgo, França

Plataforma de saltos de esqui Bergisel (2002) - Innsbruck, Áustria

Centro de Ciência Phäno (2005) - Wolfsburgo, Alemanha

Teleférico Nordkettenbahn (2005) - Innsbruck, Áustria

Centro BMW (2005) - Leipzig, Alemanha

Museo MAXXI das artes do século XXI (2009) – Roma, Itália

Ópera de Guangzhou (2010) - Guangzhou, China

Centro Aquático das Olimpíadas de Londres (2011) - Londres, Reino Unido

Centro Cultural de Heydar Aliyev (2013) - Bacu, Azerbaijão

Centro Cultural de Heydar Aliyev (2013) - Bacu, Azerbaijão

Messner Mountain Museum Corones (2015) - Plan de Corones, Itália