Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A arquitetura mostra a sua faceta mais viva em Tóquio e Osaka

Autor: Redação

Com a ajuda de um drone e depois de muito trabalho de 3D, o artista e cineasta AUJIK criou uma cidade de edifícios e ruas vivos, num mundo realmente surrealista dentro do projeto “Spatial Bodies”. O filme mostra as cidades de Tóquio e Osaka com uma nova paisagem urbana, onde os edifícios reais perdem a sua forma estática e ganham nova vida, através de “curvas” impossíveis.

Os corpos espaciais de AUJIK podem encontrar-se em Tóquio e Osaka em edifícios como a Torre Hitachi, o Tsutenkaku, o edifício NHK ou o Abeno Harukas, o maior arranha-céus do Japão, com 33 metros de altura e 60 andares. Aparece inclusive a casa do artista. Um trabalho de mais de quatro meses que saiu finalmente do papel.