Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

O investidor que comprou a casa mais cara dos EUA está a vender uma mansão por 57 milhões

Hamptons... a zona mais cobiçada por ricos e famosos nos EUA
Douglas Elliman Real Estate
Autor: Redação

O investidor Barry Rosenstein voltou a apostar no setor imobiliário. Depois de pagar 112 milhões de euros pela casa mais cara dos EUA nos Hamptons, a zona preferida dos ricos em Nova Iorque, agora está a vender outra mansão por 57,2 milhões de euros, através da qual pretende obter um lucro de 50 milhões sobre o preço que pagou em 2005. 

Rosenstein comprou esta mansão por 15,7 milhões de dólares em 2005. A casa ocupa 1.265 metros quadrados (m2) e tem sete quartos, 10 casas de banho, uma casa de hóspedes, um ginásio e uma piscina privada com quase seis metros de comprimento. A reabilitação aumentou o valor desta mansão, originalmente criada em 1920.