Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

“Architect-US”: esta startup ajuda jovens arquitetos que queiram ir trabalhar para os EUA

A plataforma online trabalha em articulação com a Arquia Foundation e ajuda a eliminar barreira legais e burocráticas.

Photo by Oliver Niblett on Unsplash
Photo by Oliver Niblett on Unsplash
Autor: Redação

Trabalhar nos EUA continua a ser o sonho de muitas pessoas, mas está ao alcance de poucas. A startup Architect-US quer mudar isso e traz boas notícias para quem quer fazer carreira profissional na arquitetura. Trata-se de uma plataforma online que nasceu com o objetivo de acompanhar arquitetos e engenheiros que desejam trabalhar nos EUA, em colaboração com a Arquia Foundation, que oferece bolsas de estágios profissionais.

Patricia García, arquiteta e fundadora da plataforma, adianta que o objetivo passa por “promover um ecossistema humano e cultural que traga novas perspetivas para o futuro da profissão e ajude a mudar a cultura de oportunidades”. “O meu desejo é cimentar uma rede internacional de conexões entre arquitetos, engenheiros, estúdios, universidades e instituições públicas e privadas que valorizem a riqueza da aprendizagem recíproca e um modelo de relacionamento e criação global e sustentável ”, explica à revista AD.

Para isso, a Architect-Us dedica-se a eliminar barreira legais e burocráticas que podem transformar o sonho de trabalhar nos EUA num pesadelo, com problemas de vistos, seguros médicos ou documentação oficial. Para reforçar a sua rede de apoio, colabora com a referida Arquia Foundation, e atua como ponte de acesso a alguns dos estúdios mais influentes dos EUA, em cidades como Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco , Chicago ou Miami.

Um deles é o Office for Metropolitan Architecture – OMA New York, o estúdio de Rem Koolhas, sediado em seis cidades do mundo, onde irá trabalhar um dos vencedores da XXI Convocatoria de las Becas Fundación Arquia na edição de 2020. "As duas bolsas de estudo para jovens de Espanha e Portugal para trabalhar nos EUA pela mão da Architect-US é uma das principais novidades da convocatória deste ano”, indica ainda Patricia García, que quer evitar que a burocracia imigratória dos Estados Unidos possa dissuadir os desejos de mobilidade académica ou profissional dos jovens.

Architect-US
Architect-US