Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Imobiliário em Hong Kong está em alta – lugar de estacionamento bate novo recorde

Espaço foi comprado por mais de 1 milhão de euros, o valor mais alto de sempre. Hong Kong está entre as cidades com maior risco de enfrentar uma bolha no imobiliário.

Hong Kong
Imagem de Marci Marc por Pixabay
Autor: Redação

Os preços do mercado imobiliário de Hong Kong estão em alta. E, desta vez, foi registado mais um recorde: um lugar de estacionamento foi vendido por 1,3 milhões de dólares americanos (o equivalente a 1.090.000 euros à taxa de câmbio atual). Este espaço situa-se no empreendimento residencial de luxo Mount Nicholson.

A informação foi avançada pelo Hong Kong Economic Times, que referiu ainda que este espaço foi vendido pela Wharf Holdings Ltd. e pelo Nan Fung Group. Já o comprador pediu para não ser identificado.

No que diz respeito à compra e venda de lugares de estacionamento, este negócio foi o mais alto alguma vez registado. Até ao momento, o recorde neste segmento dizia respeito a um espaço que foi vendido num edifício de escritórios em 2019 por cerca de 804 mil euros, refere a Bloomberg.

Esta é uma realidade transversal a todo o mercado imobiliário da região autónoma situada no sudeste da China. O mercado residencial registou o arrendamento de uma luxuosa casa no Peak durante apenas o mês de maio, pelo valor recorde de 1,6 milhão de dólares de Hong Kong - cerca de 173.286 euros.

Já em novembro passado, a Unidade de Inteligência do semanário britânico The Economist tinha colocado Hong Kong entre as três cidades mais caras do mundo. E os dados do Global Real Estate Bubble Index 2020, concluiu também que esta região autónoma está entre as cidades com maior risco de enfrentar uma bolha no imobiliário.