Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Museu da Língua Portuguesa em São Paulo renasce das cinzas e reabre as portas

A reinauguração do museu contou com a presença de várias figuras de Estado, nomeadamente do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Museu da Língua Portuguesa em São Paulo renasce das cinzas
Em fase de reabilitação / CC-BY-2.0/Wikimedia Commons
Autor: Redação

Quase seis anos depois de ter sido parcialmente consumido por um incêndio, o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo (Brasil), renasceu das cinzas e volta a estar de portas abertas. A reinauguração do espaço aconteceu no passado dia 31 de julho e contou com a presença de várias figuras de Estado, nomeadamente do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O objetivo, segundo uma das curadoras da exposição permanente, Isa Grinspum Ferraz, citada pela Euronews, "é propôr um espaço de diálogo, um espaço de reflexão e de descoberta de toda essa potência da língua portuguesa”. “Afinal, o que é que é e o que pode essa língua portuguesa?, parafraseando Caetano Veloso", disse.

O museu foi reconstruído por iniciativa do governo de São Paulo em parceria com a Fundação Roberto Marinho e a EDP Brasil, sendo que as obras de recuperação tiveram o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e do governo federal, através da Lei de Incentivo à Cultura.

Segundo a Euronews, o conteúdo do “novo” museu foi desenvolvido com a colaboração de escritores, linguistas, investigadores, artistas, entre outros profissionais de vários países. A sua reabertura estava prevista para o ano passado, mas teve de ser adiada devido à pandemia.