Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Deutsche Bank compra três centros comerciais Dolce Vita à Lone Star

Vista panorâmica do Dolce Vita Porto.
Autor: Redação

A Lone Star Funds, empresa americana de fundos de “private equity”, vendeu ao Deutsche Bank três dos quatro centros comerciais Dolce Vita da sua carteira: o Dolce Vita Porto, o Dolce Vita Douro e o Dolce Vita Coimbra. Uma operação fechada em tempo recorde e que vem reforçar o portefólio do Deutsche Bank em Portugal, onde já é proprietário do shopping Fórum Madeira, no Funchal, e do edifício de escritórios Office Oriente, no Parque das Nações.

Francisco Horta e Costa, diretor-geral da CBRE Portugal, consultora que liderou o processo em representação da Lone Star, confirmou a venda dos três centros comerciais da insígnia Dolce Vita e adiantou que, por opção estratégica, ficou de fora nesta operação o Dolce Vita Monumental, que também pertence à Lone Star.

[Esta é uma das] maiores transações de centros comerciais dos últimos 10 anos em Portugal”, disse Francisco Horta e Costa, em declarações ao Expresso, salientando que o negócio com o Deutsche Asset & Wealth Management (empresa que no Deutsche Bank gere os fundos imobiliários) “é importante para o mercado e vai marcar a tendência para os próximos meses”. Em causa está um negócio avaliado em cerca de 200 milhões de euros, escreve a publicação.

Em agosto passado, a Lone Star comprou os quatro Dolce Vita no seguimento da insolvência das empresas imobiliárias do grupo espanhol Chamartín Imobiliária. Na altura, os ativos foram colocados à venda por pouco mais de 40 milhões de euros cada.

O Dolce Vita Porto, o Dolce Vita Douro e o Dolce Vita Coimbra têm ao todo cerca de 100.000 m2 de área, sendo o Dolce Vita Coimbra tem 94,5% de ocupação, o Dolce Vita Douro 85,2% e o Dolce Vita Porto 93,5%.