Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Braga: antigo Dolce Vita reabre gerido pela Sonae Sierra e com loja do Ikea

Autor: Redação

O ex-Dolce Vita de Braga vai reabrir as portas em 2016, pela mão da Sonae Sierra, com o nome Centro Comercial Nova Arcada e terá a quarta loja IKEA em Portugal, que criará mais de 250 postos de trabalho.

A Sonae Serra adianta, em comunicado, que a nova loja IKEA irá ocupar uma área de 22.000 metros quadrados distribuída em dois pisos, e vem "reforçar o compromisso do Grupo IKEA em Portugal de continuar a proporcionar o acesso a mobiliário e decoração com design e preços acessíveis à maioria dos portugueses."

A nova loja da marca sueca irá criar "cerca de 250 postos de trabalho diretos e 50 indiretos".

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, citado pela Lusa, anunciou ontem o "reaproveitamento" do espaço, que chegou a ter data marcada para abertura em 2011, explicando que esta nova unidade comercial é um "novo atrativo para a cidade" e que trará "muitos benefícios".

"É um novo fator de atratividade para a cidade e também o reaproveitamento de um espaço que estava bloqueado há demasiado tempo", afirmou o autarca em declarações à agência de notícias.

Investimento de 150 milhões 

O projeto, que representou um investimento superior a 150 milhões de euros, foi lançado em 2009 pela Chamartin Imobiliária e previa a criação de 3.300 postos de trabalho diretos e cerca de 7.000 indiretos.

Em 2014, depois de anunciado que o centro não iria abrir por falta de lojistas interessados, a principal credora da Charmatin Imobiliária, a Caixa Geral de Depósitos, chegou a acordo com o grupo Sonae Sierra para gestão do espaço.

A marca Dolce VIta em Portugal, além da falência, ainda antes da abertura do Dolce Vita Braga, detém outros três centos comercias, Dolce Vita Monumental, Lisboa e as congéneres do Porto, Vila Real e Coimbra, que estão em processo de falência.

A marca Dolce Vita foi comprada pela Charmatin Imobiliária em 2006 ao grupo Amorim.