Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Miguel Relvas vive numa casa arrendada em Lisboa que é do publicitário do PSD

Autor: Redação

Miguel Relvas, ex-ministro Adjunto e dos Assentos Parlamentares, vive num apartamento duplex arrendado na zona de Belém, em Lisboa. O proprietário da casa é o publicitário brasileiro André Gustavo, que fez as campanhas eleitorais do PSD em 2011 e 2015.

O especialista em comunicação e marketing político, que foi apresentado a Miguel Relvas por Pedro Passos Coelho, revelou, em declarações ao Correio da Manhã, que o seu inquilino paga anualmente a renda e que “o rendimento é declarado em Portugal”.

O ex-número dois do Governo de Passos Coelho começou por arrendar o imóvel, entre 2012 e 2013, por 2.100 euros, a Vítor Santos, mais conhecido como o “Bibi” do Benfica, num negócio celebrado com a empresa Soindol-Sociedade de Investimentos Dominiais. Posteriormente o imóvel passou para as mãos do publicitário através de uma permuta de imóveis com a Sonidol. Em troca do prédio reabilitado na rua da Junqueira foi dada uma loja na zona de São Sebastião da Pedreira, avaliada em 300.000 euros, e mais 100.000, escreve a publicação.

Mais tarde, em 2014, André Gustavo vendeu o apartamento a uma das suas empresas - André Gustavo da Silva, Unipessoal - por 402.000 euros. E foi a partir dessa altura que Miguel Relvas celebrou com a empresa do amigo um contrato de arrendamento por cinco anos. Desta vez, não em nome pessoal, mas em nome da sua empresa. O contrato de arrendamento foi celebrado nas mesmas condições do proprietário anterior.

Segundo o jornal, que teve acesso à caderneta predial do imóvel, este tem sete assoalhadas, cozinha, cinco casas de banho e cinco lugares de estacionamento. A casa, que ao todo tem uma área bruta privativa de 236 m2, tem um Valor Patrimonial Tributário de 411.000 euros.

Quem é André Gustavo?

Nasceu no Recife e tem 47 anos. Trabalha em comunicação desde os 20 anos e é sócio da empresa Arcos Comunicação, sendo que o PSD de Passos Coelho foi seu primeiro cliente nacional, apesar de ter vários amigos portugueses ligados ao partido – conheceu Luís Filipe Menezes há 20 anos, num jantar no Brasil, e depois foi apresentado a dois homens-chave do partido: Marco António Costa e Miguel Relvas.  

André Gustavo assessorou Passos Coelho na campanha de 2011 e nunca deixou de trabalhar com o PSD ao longo destes anos.

No Brasil, a sua empresa, a Arcos Comunicação, trabalha com companhias privadas e públicas, mas nunca trabalhou com os governos do Partido Trabalhista de Dilma Rousseff e de Lula da Silva.