Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arrendar casa em Lisboa

Últimas notícias sobre "Arrendar casa em Lisboa" publicadas em idealista.pt/news

Sabes o que é que os senhorios são capazes de fazer para expulsar inquilinos?

Bilhetes ameaçadores de despejo, luz, água e gás cortados sem aviso, janelas partidas ou corrimãos arrancados. Há senhorios em Lisboa a tentar de tudo para expulsar os inquilinos, na maioria idosos, que ainda vivem no centro histórico da capital.

Notícia sobre:

Casas demoram menos a ser arrendadas, mesmo com valores 20% mais caros

Lisboa e Porto já seguem lado a lado na maratona das rendas. No primeiro trimestre deste ano os preços subiram 20% nas duas cidades, bem acima da média nacional situada nos 13%. As rendas estão mais caras, mas o tempo que os senhorios esperam para ter um novo inquilino é cada vez menor: há casas a demorar menos de 48 horas a encontrar morador.

Notícia sobre:

Lisboa: câmara lança concurso para 36 casas com renda acessível

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) vai pôr a concurso 36 casas, já a partir desta segunda-feira (2 de julho), no âmbito do Programa municipal de Renda Convencionada. Os imóveis, com rendas entre 124 e 373 euros, variam entre as tipologias T0 e T3.

Notícia sobre:

Câmara de Lisboa anula leilão com rendas acessíveis: foi atribuído um T1 por 760 euros

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) colocou em leilão oito apartamentos reabilitados na zona da Ajuda no âmbito do Programa Renda Acessível (PRA). Mas decidiu suspendê-lo porque recebeu ofertas muito acima do mercado em alguns desses imóveis.

Notícia sobre:

Lisboa tem de ter equilíbrio entre uso habitacional e não habitacional

A vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local da Câmara Municipal de Lisboa (CML) alertou para a necessidade de haver um equilíbrio entre aquilo que é o uso habitacional e o não habitacional na cidade, tendo em conta o “boom” do turismo existente na capital.

Notícia sobre:
Rua de São Bento 17

Sabes que podes arrendar a casa onde Fernando Pessoa viveu em Lisboa?

Depois de viver nove anos em Durban (África do Sul) com a mãe, irmãos e o padrastro, Fernando Pessoa regressou a Lisboa para frequentar o Curso Superior de Letras, indo morar com a tia – irmã da sua mãe – na Rua de São Bento nº 17, 2º esquerdo. Foi neste apartamento, que agora foi recuperado e colocado no mercado de arrendamento, que o poeta português viver em 1905 e 1906.

Notícia sobre:

Universitários dizem que “senhorios abusam nos preços” das casas em Lisboa

Os estudantes universitários têm cada vez mais dificuldade em encontrar alojamento em Lisboa, quer em residências públicas, devido à oferta limitada, quer em espaços privados, já que os senhorios pedem valores muito elevados. Na prática, o mercado de arrendamento universitário continua a ter mais procura que oferta.

Notícia sobre:

Há 24 casas disponíveis em Lisboa com rendas entre 156 e 342 euros

Queres viver em Lisboa numa casa arrendada por valores abaixo dos praticados no mercado? Então fica a saber que te podes candidatar até dia 8 de junho a uma das 24 casas municipais que integram a 14ª edição do Programa Renda Convencionada. “As casas têm rendas entre 156 e 342 euros e as tipologias variam entre T1 e T3”, revela a Câmara Municipal de Lisboa no site Re-Habitar Lisboa.

Notícia sobre:

Lisboa lança programa de renda acessível com seis mil casas

A Câmara Municipal de Lisboa vai lançar um Programa de Renda Acessível, que vai colocar no mercado de arrendamento seis mil casas a preços controlados. A iniciativa, que foi aprovada com a abstenção do PSD, CDS e PCP, prevê a oferta de imóveis de tipologia T0 a T6, com preços que não representem mais de 35% do rendimento disponível das famílias, nem menos de 10%.

Notícia sobre:

Assunção Cristas quer construir mil casas para arrendar nos terrenos da antiga Feira Popular

A candidata do CDS à Câmara Municipal de Lisboa (CML) quer aproveitar os terrenos da antiga Feira Popular, em Entrecampos, para construir, com privados, casas para colocar no mercado de arrendamento. Em vez de os vender, Assunção Cristas propõe a construção de pelo menos mil fogos, de T0 a T4, com rendas que variam entre 500 e 1.350 euros.

Notícia sobre: