Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Cinco passos para acabar com as infiltrações e humidades em casa

Dicas de especialistas para ajudar a resolver problemas que podem resultar em eletrodomésticos estragados, curtos-circuitos ou mofo, que afeta a saúde.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Fevereiro não é abril, mas é um bom mês para preparar a casa para o ditado que diz "águas mil". Principalmente neste ano, em que o inverno mais rigoroso vai acabar por causar problemas de infiltrações e humidades em grande parte do parque imobiliário nacional, perigosamente envelhecido devido à falta de investimento em reformas e reabilitações.

E se é que as baixas temperaturas geram um contraste térmico relevante entre o exterior e as zonas interiores, a pouca ou nenhuma ventilação em muitas casas agrava esses tipos de problemas. Particularmente neste ano, devido às fortes chuvadas, além dos telhados e paredes dos últimos andares, é possível que a humidade apareça por capilaridade nos pisos térreos ou infiltrações laterais em caves, garagens ou estacionamentos, tal como explica Sandra Barañano, diretora técnica de Cuida Tu Casa.

É certo que a melhor prevenção contra o aparecimento de infiltrações é a impermeabilização. Mas e se já tivermos o problema?

A primeira coisa é recorrer a um bom profissional que pode aconselhar sobre a melhor reforma em cada caso, pois não é a mesma coisa substituir uma ou mais telhas, ter que impermeabilizar todo o telhado ou colocar um bom isolamento. Da mesma forma, impermeabilizar um telhado ou consertar infiltrações não é um trabalho simples, nem está livre de riscos ou possíveis acidentes.

Seja como for, a solução para estes problemas não se deve adiar, porque a médio-longo prazo podem causar possíveis danos nos aparelhos elétricos (devido à humidade), oxidação dos tubos, possíveis curtos-circuitos ... e até mesmo mofo, o que pode acabar representando uma ameaça à saúde.

Por outro lado, é essencial localizar o local exato de origem da infiltração, para o qual é bastante útil observar a parte inferior do telhado (dentro da casa) assim que começar a chover. Caso contrário, pode-se derramar água no telhado. Se apontares uma lanterna para o teto, por exemplo, notarás o brilho das primeiras gotas.

Depois de localizar o ponto exato, é hora acabar com a infiltração. Ora bem, e como fazer, passo a passo?

  • Limpar cuidadosamente a superfície (externa) de ramas, lixo e restos de telhas partidas ou soltas. Frequentemente, esse tipo de águas acumuladas desgasta os materiais e causa a infiltração.
  • Impermeabilizar com base no asessoramento de especialistas.
  • Isolar para evitar saídas de calor e aumentar a eficiência energética. Nesse sentido, é possível instalar painéis de poliestireno extrudido por cima da lâmina isolante para proteger a impermeabilização contra mudanças de temperatura e circulação de pessoas. É importante escolher um isolamento específico para as características requeridas (exterior, durabilidade ...)
  • Instalar as telhas ou o acabamento de cobertura sobre o isolamento conforme as recomendações do fabricante para evitar problemas. Recomenda-se extrema precaução de segurança, por exemplo, evitando reparações com a superfície molhada ou usando calçados com sola antiderrapante, além de capacete e luvas apropriadas