Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

ACT aperta fiscalização no setor da construção civil devido a novos surtos de Covid-19

A Autoridade das Condições do Trabalho vai reforçar a inspeção já esta semana por causa da incidência de casos de Covid-19

Photo by Ümit Yıldırım on Unsplash
Photo by Ümit Yıldırım on Unsplash
Autor: Redação

O setor da construção civil vai ser alvo de uma vigilância mais apertada, sobretudo, nos concelhos onde se tem registado maior incidência de casos de Covid-19. A Autoridade das Condições do Trabalho (ACT) vai assim reforçar a inspeção e fiscalização nas obras já a partir desta semana, revelou o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, explicando que a medida se deve aos surtos detetados recentemente.

Na qualidade de coordenador da Região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), Duarte Cordeiro argumentou que os testes de rastreio "em larga escala" feitos na região e os "dados preliminares" indicam uma percentagem de casos positivos no setor superior ao total de casos.

"O rastreio que foi feito nas últimas semanas resultou da observação de um conjunto de surtos em obras de construção civil, mas também plataformas logísticas da região", frisa Duarte Cordeiro, citado pela Lusa.

A ministra da Saúde, Marta Temido, acentuou que, dos 342 novos casos de infeção no país, 255 são na região de LVT e, desses, 80 % concentra-se em cinco concelhos. Sintra regista 273 casos, Lisboa 187, Amadora 171, Loures 135 e em Odivelas foram detetados 88 novos infetados.

PSP reforça atuação nos concelhos com mais casos

O coordenador da Região de Lisboa e Vale do Tejo disse que também a PSP vai reforçar, "nos próximos dias", a sua ação nestes concelhos.

"Nos próximos dias a PSP vai reforçar a sua ação neste território, quer através da sensibilização, quer da verificação e cumprimento de medidas de restrição impostas. Se necessário, serão encerrados estabelecimentos comerciais que não promovam o cumprimento das regras", frisa Duarte Cordeiro.

Portugal contabiliza pelo menos 1.479 mortos associados à Covid-19 em 34.693 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado este domingo, dia 07 de junho de 2020.