Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

...E Berlim abre guerra ao alojamento local, multando arrendamentos de curta duração

Autor: Redação

Berlim abriu uma nova frente de guerra contra o alojamento local. A falta de apartamentos para arrendar na capital alemã e as queixas de barulho dos turistas levaram a capital alemã a adoptar uma nova lei que proíbe os proprietários de arrendarem apartamentos por períodos de curtas durações. Em vigor desde o dia 1 de maio, as novas regras estabelecem coimas até 100 mil euros para quem prevaricar.

Aprovada originalmente em 2014, a Lei sobre a Proibição do Uso Indevido de Habitação foi desencadeada pela preocupação pública em Berlim quanto ao fenómeno cada vez forte do alojamento local, segundo conta o Quartz. 

As pessoas poderão continuar a arrendar quartos, desde que a área destinada para os para turistas não seja superior a 50% do total da casa. Também podem arrendar as casas por curtos períodos de tempo desde que tenham permissão oficial para o fazer mas, para isso, têm de dar uma explicação convincente às autoridades.

A nova regulamentação já começou a surtir efeito nas plataformas de arrendamento de casas por curtos períodos de tempo. Segundo o site CityLab, citado pelo Diário Económico, à medida que se aproximava a entrada em vigor da nova lei o número de apartamentos para estadas de curta duração foi diminuindo. Em fevereiro, estavam listados 11 mil apartamentos em toda a cidade e em Março o número caiu para 6.700.

As autoridades de Berlim estimam que esse número possa vir chegar aos 10 mil ao longo do tempo, o que, ainda assim, é considerado pouco numa cidade com mais de 3,5 milhões de habitantes.