Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Férias

Turismo ganha “terreno” no Centro, Alentejo e Norte de Portugal à boleia da pandemia

O setor turístico é um dos mais afetados pela crise pandémica da Covid-19, havendo milhares de camas de hotéis e de outros alojamentos/unidades turísticas vazias um pouco por todo o território nacional. Mas há algumas regiões que ganharam “terreno” e que podem ter motivos para sorrir no final da crise. Falamos do Centro, do Alentejo e do Norte do país, que este ano ganharam peso sobre o total de dormidas.

Notícia sobre:

10 lugares misteriosos para visitar este Halloween

Notícia sobre:

Travão a fundo nas dormidas de estrangeiros em Portugal – a culpa é da pandemia

O setor do alojamento turístico registou 1,9 milhões de hóspedes e 5,1 milhões de dormidas em agosto de 2020, menos 43,2% e menos 47,1%, respetivamente, que no período homólogo. Uma tendência que se deve à pandemia da Covid-19, tendo Portugal recebido muito menos turistas – e registado muito menos dormidas de não residentes – que no mesmo mês do ano passado. 

Notícia sobre:

Porto atrai negócio em tempos de pandemia: uma cidade que é um “exemplo a seguir”

O negócio do Alojamento Local (AL) em Portugal foi um dos mais afetados pela pandemia da Covid-19, num ano em que se fecharam as fronteiras e se colocaram restrições à mobilidade. Apesar disso, há empresas que continuam a tentar mitigar os efeitos deste contexto inesperado e incerto. A Home With a View, por exemplo, direcionada para a gestão deste tipo de imóveis, decidiu reforçar a sua presença no Porto, uma cidade na qual o turismo “tem sido um exemplo a seguir" comparativamente com muitas cidades europeias "e tem apresentado algum movimento”, nas palavras dos seus responsáveis.

Notícia sobre:

Turismo recupera em agosto mas dormidas ainda caem 47% - sobretudo de estrangeiros

Em agosto de 2020, o setor do alojamento turístico deverá ter registado 1,9 milhões de hóspedes e 5,1 milhões de dormidas, menos 43,2% e menos 47,2%, respetivamente, que no mesmo mês do ano passado. Trata-se, apesar de pandemia da Covid-19, de uma diminuição homóloga inferior à verificada em julho: -64% e -68,1%, respetivamente. Em causa estão dados (estimativas) divulgados esta quinta-feira (1 de outubro de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Notícia sobre:

Escolas primárias abandonadas em Proença-a-Nova vão ser convertidas em Alojamento Local

A Câmara de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, vai transformar quatro antigas escolas primárias abandonadas em unidades de Alojamento Local (AL). O objetivo passa por aumentar e dinamizar a oferta turística no concelho e, através da valorização dos edifícios, pretende-se que a escola volte a abrir portas para receber pessoas.

Notícia sobre: