Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Prestacão da casa desce para mínimos históricos em novembro

Autor: Redação

Boas notícias para quem pediu dinheiro emprestado ao banco para comprar casa e vai ver revista a sua taxa de juro do crédito à habitação. Isto porque a prestação da casa vai cair em todas os prazos, sendo que a diminuição é maior para quem tem contratos indexados à taxa Euribor a 12 meses (menos 2,9%).

Segundo as contas do Diário Económico, que dá como exemplo um crédito de 100.000 euros, a 30 anos, com um spread de 1%, a prestação cai 2,9% (9,66 euros) para as famílias que têm a Euribor a 12 meses como indexante, para 327,74 euros.

No caso dos contratos indexados à taxa Euribor a seis meses – os mais comuns em Portugal –, a mensalidade a pagar ao banco cai 0,7%, o que significa uma poupança mensal de 2,35 euros (a prestação será de 322,65 euros).

Já nos empréstimos indexados à Euribor a três meses, a prestação desce 0,4%, o equivalente a 1,33 euros, para 319,44 euros.

De referir que os três indexantes encontram-se em mínimos históricos, sendo que no caso da Euribor a três meses o valor chega a ser negativo (-0,0066%) e na taxa a seis meses se aproxima da fasquia dos 0%, podendo também passar a assumir valores negativos até final do ano.