Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito Agrícola entra na guerra do crédito à habitação e baixa spreads

CA
CA
Autor: Redação

Há um novo concorrente na guerra dos spreads, que está cada vez mais renhida. Foi a vez do Crédito Agrícola (CA) anunciar que vai descer os spreads do crédito à habitação, para ganhar quota de mercado. Há casos em que o spread mínimo pode fixar-se nos 1,10%, igualando a margem atualmente praticada pelo Banco CTT.

Diz a instituição bancária que, para os clientes com maior envolvimento financeiro no Crédito Agrícola – segmento CA Dedicado – e bonificação máxima pela posse de produtos e serviços, o spread mínimo pode atingir 1,10%. Para os clientes jovens (até 30 anos) e bonificação máxima pela posse de produtos e serviços, o spread mínimo pode atingir 1,15%, e para os restantes clientes, o spread mínimo pode atingir 1,20%.

Esta descida dos valores insere-se na estratégia do banco “apresentar uma das ofertas mais competitivas do mercado”, segundo o comunicado enviado às redações.

Recentemente o BPI veio anunciar a descida desta margem para 1,25%, igualando a oferta dos concorrentes BCP, Novo Banco e Santander Totta. O Bankinter continua a ser o banco que oferece o spread mínimo mais baixo (1%) do mercado nacional de crédito à habitação.