Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crédito à habitação ao rubro: metade do dinheiro emprestado é para comprar casa

Bancos apostam forte no financiamento da aquisição de casa.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O negócio do crédito à habitação é cada vez mais importante para os bancos. E os números do Banco de Portugal (BdP) comprovam esta afirmação. No final de 2018, o financiamento à habitação representava quase metade (48%) do stock de crédito interno: 92,3 mil milhões de euros contra 192,3 mil milhões de euros.

Segundo o Expresso, que se baseia em dados do BdP – de uma base de dados inédita que permite traçar a história do setor nas últimas três décadas (entre 1990 e 2018) –, nunca a habitação teve tanto peso no stock de crédito concedido pelos bancos aos clientes, sejam eles famílias, empresas ou organismos públicos.

De recordar que em novembro de 2019 – último mês com dados disponibilizados pelo BdP – os bancos emprestaram 956 milhões de euros para a compra de casa, mais 35 milhões de euros que no mês anterior. Novembro foi, de resto, o terceiro mês consecutivo com valores superiores a 900 milhões de euros. 

No acumulado dos primeiros 11 meses do ano passado, os empréstimos para a compra de casa somaram mais de 9.500 milhões de euros, mais 6,4% que no mesmo período de 2018. Só em 2010 se registou um volume agregado mais elevado, em termos comparativos.